Negócios

Honda adia produção de veículos híbridos na China

Montadora ajustou o prazo para o início da produção em uma tentativa de achar peças mais baratas

Honda: montadora planejava iniciar a produção local de carros híbridos na China até o começo do próximo ano (Matt Cardy/Getty Images)

Honda: montadora planejava iniciar a produção local de carros híbridos na China até o começo do próximo ano (Matt Cardy/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de junho de 2013 às 09h52.

Tóquio - A montadora japonesa Honda irá adiar o início da produção de carros híbridos na China, movidos a gasolina e eletricidade, em uma tentativa de achar peças mais baratas, disse um funcionário da companhia, em uma aparente resposta a medidas de redução de custos implementadas pela rival Toyota.

A Honda planejara iniciar a produção local na China até o começo do próximo ano, mas afirmou nesta sexta-feira que o prazo foi ajustado para "dentro de três anos" para que a companhia pudesse localizar fornecedores de componentes mais baratos no país.

"A acessibilidade (para a venda dos carros híbridos) é fundamental", disse o porta-voz da Honda Natsuno Asanuma, em Pequim.

A empresa não forneceu mais detalhes sobre o tipo de peças que busca ou sobre possíveis joint ventures com empresas chinesas.

A China se consolidou como o maior mercado para automóveis no mundo em 2009, mas a venda de veículos híbridos tem sido comparativamente baixa. A situação pode mudar em breve, à medida que Pequim busca incrementar subsídios para elevar as vendas dos carros com a "nova energia".

Nesta sexta, a Honda também afirmou que planeja lançar 12 modelos no país até o fim de 2015 na China, entre modelos completamente novos ou com alterações de design significativas. Anteriormente, a companhia divulgara que seriam 10 veículos introduzidos no mercado chinês.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCarros elétricosCarros híbridosEmpresasEmpresas japonesasHondaIndústriaIndústrias em geralMontadoras

Mais de Negócios

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Para onde vai o lixo que foi multiplicado pelas enchentes no Rio Grande do Sul?

Mais na Exame