Negócios

Grupo Sears vai fechar mais de 100 lojas no próximo ano

Varejista apresentou desempenho ruim em 2011; decisão visa reduzir custos em até US$ 200 milhões

Sears: grupo vai fechar de 100 a 120 lojas em 2012 (Getty Images)

Sears: grupo vai fechar de 100 a 120 lojas em 2012 (Getty Images)

Daniela Barbosa

Daniela Barbosa

Publicado em 4 de janeiro de 2012 às 11h09.

São Paulo – O grupo Sears, maior rede de lojas de departamentos dos Estados Unidos e dono da bandeira Kmart, vai fechar de 100 a 120 lojas em 2012. A decisão visa reduzir os custos da varejista em até 200 milhões de dólares.

Por meio de comunicado, a rede espera gerar também recursos extras entre 140 e 170 milhões de dólares, com a locação de alguns imóveis.  As lojas que fecharão as portas a partir do próximo ano serão anunciadas em breve pela empresa.

"Devido o nosso desempenho e um o cenário econômico difícil, especialmente para itens com maior valor agregado, vamos colocar em prática uma série de ações para reduzir nossas despesas, ajustar nossa base de ativos, e acelerar a transformação do nosso modelo de negócio”, afirmou Lou D'Ambrosio, CEO da varejista, em nota

Durante as oito semanas que antecederam o Natal, as vendas da rede caíram 5,2% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Com vendas fracas, a companhia espera acumular ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) 50% menos no quarto trimestre deste ano, em relação a 2010.

Acompanhe tudo sobre:ComércioEmpresasEmpresas americanasEstados Unidos (EUA)Lojas de departamentoPaíses ricosSearsVarejo

Mais de Negócios

Anderson Silva fará última luta em solo brasileiro neste sábado; veja como acompanhar

Já reiniciou? Após mais de R$ 22 mi, startup do 'modem inteligente' começa a operar fora do país

Franquia ou um negócio próprio: qual compensa mais? Especialista tem a resposta

Como uma startup organizou uma vaquinha de R$ 76 milhões para o Rio Grande do Sul

Mais na Exame