Grupo do magnata George Soros investe US$ 220 milhões em igualdade racial

Investimentos da Open Society Foundations devem ajudar organizações de equidade racial pelos próximos cinco anos
 (Lisi Niesner/Reuters)
(Lisi Niesner/Reuters)
M
Marina Filippe

Publicado em 13/07/2020 às 10:44.

Última atualização em 13/07/2020 às 10:59.

O Open Society Foundations, grupo filantrópico fundado pelo magnata George Soros, está investindo 220 milhões de dólares em iniciativas para alavancar a igualdade racial nos Estados Unidos. A novidade, ocorre em meio a protestos iniciados após o assassinato de George Floyd em Minneapolis.

Dos 220 milhões de dólares, a fundação investirá 150 milhões de dólares em subsídios por cinco anos para grupos selecionados, que vão de organizações novatas a famosas, como o Black Voters Matter Fund e Repairers of the Breach.

O Open Society Foundations investirá também 70 milhões de dólares em subsídios para apoiar mudanças no policiamento e na justiça criminal local. O dinheiro será usado para pagar organizações de treinamento político para jovens.

“Entendemos que podemos apostar nesses ativistas que percebem isso como um momento não apenas de incrementalismo, mas de reforma em escala total”, disse Patrick Gaspard, presidente da Open Society Foundations ao The New York Times.

Para Gaspard, ao investir nessas organizações, por no mínimo cinco anos, é uma a oportunidade de evolução para além do momento atual, e independente do resultado das próximas eleições presidenciais americanas.

Essa não é a primeira ação de Soros e suas organizações para a busca da equidade racial, em 1994, por exemplo, ele havia apoiado trabalhos de reforma da justiça criminal nos Estados Unidos. Em 2007, a Fundação realizou a campanha pela conquista dos homens negros, investindo quase 20 milhões de dólares ao longo de vários anos. A iniciativa conectou líderes locais de 2700 organizações.