Negócios

Grendene investirá R$ 40 milhões em nova fábrica

Região Sul, onde a empresa já opera, está descartada para receber a nova unidade

Loja Melissa, em São Paulo: uma das marcas da Grendene de mais sucesso (.)

Loja Melissa, em São Paulo: uma das marcas da Grendene de mais sucesso (.)

Tatiana Vaz

Tatiana Vaz

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h40.

São Paulo - A Grendene investirá cerca de 40 milhões de reais em uma nova fábrica no país, prevista para ser construída em 2011. A afirmação foi feita pelo diretor de relações com investidores da companhia, Francisco Schmidt, ao site EXAME, durante um evento para empresários realizado na capital paulista.

O projeto está em fase de escolha do local onde será construída a nova planta. "Estamos avaliando, mas já sabemos que a região sul do país, onde temos fábrica, está descartada", afirma Schmidt.

A nova unidade terá uma capacidade de produção estimada de 40 milhões de pares ao ano, cerca de 20% acima do total da companhia atualmente. A necessidade da expansão é reflexo do aumento da demanda pelos produtos da empresa. Em 2009, a Grendene produziu cerca de 165 milhões de pares e, apenas no primeiro semestre deste ano, o número ficou em 80 milhões.

"A estimativa é de chegarmos este ano perto de nosso limite de capacidade, atualmente de 200 milhões de pares", diz Schmidt. "Isso levando em conta o aumento das vendas que sempre são maiores no segundo semestre do ano, graças as datas comemorativas".

Além do mercado interno estar aquecido, as exportações da companhia aumentaram 25% no ano passado, e a expectativa é de que o mesmo resultado seja obtido neste ano. A Grendene exporta para mais de 90 países no mundo inteiro.

Leia mais sobre a Grendene.

Acompanhe as notícias de Negócios no Twitter.
 

Acompanhe tudo sobre:CalçadosComércioEmpresasGrendeneInvestimentos de empresasRoupasVarejo

Mais de Negócios

Previsão é que produção de calçados esteja normalizada no RS até fim de junho

Novo CEO do iFood: o crescimento não virá de novos negócios, mas do aumento da frequência

Para além do marombeiro: rede de academias do Nordeste faz R$ 300 milhões "brigando contra o sofá"

Problemas complexos estão travando a sua empresa? Veja 5 dicas para gerenciá-los

Mais na Exame