Acompanhe:
seloNegócios

Glencore negocia ativos de agricultura, dizem fontes

A Glencore está em conversas com um fundo soberano da Arábia Saudita e a trading chinesa de grãos Cofco, além de fundos de pensão canadenses

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Sede da Glencore
 (Sebastian Derungs/AFP)

Sede da Glencore (Sebastian Derungs/AFP)

D
Da Redação

Publicado em 2 de outubro de 2015 às, 17h26.

Londres/Toronto - A Glencore está em conversas com um fundo soberano da Arábia Saudita e a trading chinesa de grãos Cofco, além de fundos de pensão canadenses, para vender uma fatia de seus ativos em agricultura, disseram à Reuters fontes com conhecimento do assunto.

A venda de ativos integra a estratégia mais ampla da operadora de commodities e mineradora com sede na Suíça para cortar um terço de suas dívidas de 30 bilhões e reconquistar a confiança dos investidores após suas ações caírem cerca de três quartos este ano para mínimas recordes, na esteira da queda dos preços de commodities globais.

A Glencore se recusou a comentar. A Cofco não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

Mês passado a Glencore disse que esperava levantar 2 bilhões de dólares com a venda de ativos, incluindo parcelas minoritárias em seus ativos de agricultura no início do próximo ano.

As fontes não disseram o tamanho provável da parcela que será vendida ou a possível quantia que irá arrecadar.

Não estava claro se o fundo da Arábia Saudita estava envolvido nas conversas, mas a estatal Saudi Agricultural and Livestock Investment (Salic) tem sido ativa no setor, tendo entrado em uma joint venture com a trading de grãos dos EUA Bunge para investir na trading de grãos canadense CWB em abril.

A Salic não respondeu aos pedidos de comentários.

A chinesa Cofco também expandiu suas atividades agrícolas, investindo 2,8 bilhões de dólares em 2014 via joint ventures com o grupo de agronegócio Noble Group e a trading de grãos holandesa Nidera, após adquirir fatias substanciais nas empresas.

Últimas Notícias

Ver mais
40 franquias para empreender e faturar mais de R$1 milhão em 2024
seloNegócios

40 franquias para empreender e faturar mais de R$1 milhão em 2024

Há 11 horas

Internet ruim e apagão: os desafios da startup amapaense Tributei para criar um negócio de milhões
seloNegócios

Internet ruim e apagão: os desafios da startup amapaense Tributei para criar um negócio de milhões

Há 13 horas

Quem é o mineiro que investiu R$ 38 milhões em um parque de realidade virtual no interior de SP 
seloNegócios

Quem é o mineiro que investiu R$ 38 milhões em um parque de realidade virtual no interior de SP 

Há um dia

Mistura do Brasil com Taiwan: como eles transformaram uma bebida asiática em um negócio de R$ 30 mi
seloNegócios

Mistura do Brasil com Taiwan: como eles transformaram uma bebida asiática em um negócio de R$ 30 mi

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais