Ford Maverick: veja detalhes da picape que chegará no início de 2022

Futura rival da Fiat Toro será vendida apenas na versão topo de linha, com motor 2.0 turbo de 253 cv de potência
 (Ford/Divulgação)
(Ford/Divulgação)
G
Gabriel Aguiar

Publicado em 16/11/2021 às 15:09.

Última atualização em 19/11/2021 às 10:21.

A nova Ford Maverick faz sucesso nos Estados Unidos e já tem data para chegar ao Brasil: primeiro trimestre de 2022. Quem confirmou foi o próprio fabricante, que trará a picape médio-compacta – com porte semelhante à Fiat Toro – apenas na versão topo de linha Lariat FX4. Por isso, é provável que a novidade custe em torno de 200 mil reais (próximo ao valor máximo da rival nacional).

Conquiste um dos maiores salários no Brasil e alavanque sua carreira com um dos MBAs Executivos da EXAME Academy.

Assista ao vídeo da Ford Maverick

Importada do México

Faz pouco menos de um ano que a Ford decidiu fechar as fábricas no Brasil. Só que isso não deverá afetar tanto assim a Maverick, que será trazida do México e, por isso, aproveita o acordo comercial que isenta impostos de importação. Claro que ainda há diferentes fatores incluídos na conta, como frete e logística. Mas a novidade não estará tão desfalcada na briga contra as rivais nacionais.

Picape do Bronco Sport

Ford Maverick Lariat

Importação do México ajuda a reduzir o preço do modelo no Brasil (Ford/Divulgação)

Quase não há semelhanças entre Ford Maverick e o recém-lançado (por aqui) Bronco Sport, mas os dois veículos são feitos sobre a mesma plataforma – e dividem até o motor 2.0 turbo com 253 cv de potência. E, na versão que virá ao mercado brasileiro, a picape terá outras qualidades emprestadas do SUV, como o sistema de tração nas quatro rodas e o câmbio automático com oito marchas.

Equipamentos de luxo

Ford Maverick Lariat

Estrutura de SUV permite que a picape seja mais fácil de dirigir na cidade (Ford/Divulgação)

Por enquanto, a Ford faz mistério em relação à lista de equipamentos da futura Maverick para nosso mercado. Mas basta olhar com atenção para reconhecer alguns dos itens nas próprias fotos oficiais, como no caso dos faróis totalmente com LEDs; quadro de instrumentos digital; central multimídia de oito polegadas; e até conectividade para controlar diferentes funções do carro no smartphone.

Qual será o posicionamento

Não é nenhuma novidade que as picapes declararam guerra aos SUVs – a Fiat Toro é maior exemplo desse posicionamento, seja por proposta ou preço – e a própria Ford define a futura Maverick como alternativa aos carros e utilitários esportivos. Mas também será uma aposta no próprio segmento, já que a Ranger (uma autêntica picape média) custa 199.950 reais na versão com cabine simples.

O futuro do varejo é 100% digital? Entenda assinando a EXAME por menos de R$ 11/mês.