Acompanhe:
seloNegócios

Fábrica da Marcopolo deve seguir fechada após incêndio

Fogo atingiu as instalações da companhia em Caxias do Sul (RS) no domingo, mas não afetou a área de produção

Modo escuro

Continua após a publicidade
Marcopolo: fogo, que foi controlado, não afetou a área de produção dos veículos (Germano Lüders/EXAME/Exame)

Marcopolo: fogo, que foi controlado, não afetou a área de produção dos veículos (Germano Lüders/EXAME/Exame)

N
Natália Scalzaretto, da Reuters

Publicado em 4 de setembro de 2017 às, 10h49.

São Paulo - A linha de produção da Marcopolo SA, maior fábrica de ônibus do Brasil, ficará paralisada nesta segunda-feira após um incêndio nas instalações em Caxias do Sul (RS) no domingo, disse a assessoria de imprensa da empresa à Reuters por telefone.

O fogo, que foi controlado, não afetou a área de produção dos veículos, mas ainda há fumaça no local, o que poderia prejudicar as operações. Por isso, a companhia tomou a decisão de não operar nesta segunda-feira para evitar quaisquer acidentes, disse sua assessoria de imprensa à Reuters.

O Conselho Diretor da companhia decidirá ainda nesta segunda-feira quando a fábrica retomará as atividades.

Últimas Notícias

Ver mais
Incêndio em Bangladesh agravado por falhas de segurança deixa ao menos 46 mortos
Mundo

Incêndio em Bangladesh agravado por falhas de segurança deixa ao menos 46 mortos

Há 3 dias

Incêndio no Texas é tão grande que pode ser visto do espaço
Mundo

Incêndio no Texas é tão grande que pode ser visto do espaço

Há 3 dias

Texas enfrenta um dos maiores incêndios florestais de sua história
Mundo

Texas enfrenta um dos maiores incêndios florestais de sua história

Há 4 dias

Fábrica de armas nucleares no Texas é ameaçada por incêndio florestal; vídeos
Mundo

Fábrica de armas nucleares no Texas é ameaçada por incêndio florestal; vídeos

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais