Negócios

EXAME se consolida como maior site de negócios do Brasil

Mediatech com 57 anos de tradição desponta com conteúdo e educação voltados para o futuro, como ESG e inteligência artificial

EXAME: veículo se destaca como campeão de crescimento entre os portais de jornalismo (Leandro Fonseca/Exame)

EXAME: veículo se destaca como campeão de crescimento entre os portais de jornalismo (Leandro Fonseca/Exame)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 15 de abril de 2024 às 16h55.

Última atualização em 15 de abril de 2024 às 18h17.

Num mercado com crescente disputa pela atenção de leitores e anunciantes, a EXAME fechou o primeiro trimestre de 2024 com números recordes.

Seu site chegou a 18,3 milhões de usuários únicos em março, num crescimento de 37% em relação ao trimestre anterior, segundo dados do Google Analytics. É um número que consolida a liderança da EXAME no segmento de economia e negócios no Brasil, e que coloca a publicação entre os dez maiores sites de jornalismo do país segundo a plataforma SimilarWeb.

A publicação, criada em 1967, chegou a esses números com sua linha editorial de desenvolver o empreendedorismo brasileiro, com conteúdo de alto nível sobre o ambiente de negócios e investimentos no país.

É uma linha que faz sucesso também nas redes sociais. No LinkedIn, entre concorrentes de mídia brasileiros, a EXAME é a maior em número de seguidores, chegando a 2,8 milhões de usuários. Por lá, também são mais de 1,1 milhão de inscritos na EXAME Weekly e na MacroDrops, newsletters editoriais divulgadas periodicamente na plataforma. No perfil principal da marca no Instagram, são mais de 3 milhões de seguidores.     

"Somos um dos veículos de notícias que mais têm crescido no Brasil. Nossa audiência cresceu 50% versus o ano passado em março, e é gratificante vermos a demanda crescente dos brasileiros por conteúdo e informação de qualidade sobre economia, finanças, negócios, ESG e tecnologia", diz Renato Mimica, co-CEO da EXAME.

O crescimento da audiência do site vem acompanhado de um novo projeto visual para a homepage e para as páginas de leitura, com o objetivo de proporcionar uma experiência ainda mais completa e atual aos seus leitores e assinantes. Com um layout mais limpo e adaptável a navegação se torna mais fluída e intuitiva — facilitando a rotina daqueles que buscam informações relevantes e atualizadas.

"O mais interessante da EXAME é o fato de atingir todas as regiões do Brasil. Quando falamos de negócios estamos conversando com a Faria Lima, mas também com empresários do Norte ao Sul", diz o co-CEO Pedro Valente.

Os bons números na frente de audiência se somam a um crescimento consistente na plataforma de educação, a Faculdade EXAME, que também se consolida como umas das que mais crescem no Brasil, além da frente de ensino corporativo, a EXAME Corporate, que produz sob medida os conteúdos para empresas dos mais variados setores. Nos últimos três anos, a EXAME impactou dezenas de milhares de alunos e executivos.

Acompanhe tudo sobre:EmpreendedorismoEducação executiva

Mais de Negócios

Além da sala de aula: Sestini quer ser referência em viagens e faturar mais de R$ 200 milhões

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Polishop

Fernando Goldsztein: Toda a ajuda é pouca para os atingidos pelas enchentes do RS

Rodízio caro: rede de restaurantes Red Lobster pede recuperação judicial com dívida de US$ 1 bilhão

Mais na Exame