• AALR3 R$ 19,86 0.86
  • AAPL34 R$ 70,97 -3.31
  • ABCB4 R$ 16,45 -2.84
  • ABEV3 R$ 14,39 -2.31
  • AERI3 R$ 3,81 -2.06
  • AESB3 R$ 10,72 -0.83
  • AGRO3 R$ 30,99 -2.05
  • ALPA4 R$ 20,82 -3.12
  • ALSO3 R$ 19,24 -4.37
  • ALUP11 R$ 26,45 0.34
  • AMAR3 R$ 2,33 -4.51
  • AMBP3 R$ 30,75 1.45
  • AMER3 R$ 22,80 -0.96
  • AMZO34 R$ 68,96 -4.67
  • ANIM3 R$ 5,50 -3.68
  • ARZZ3 R$ 81,35 -1.72
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,44 -3.38
  • B3SA3 R$ 11,50 -3.36
  • BBAS3 R$ 36,13 -0.82
  • AALR3 R$ 19,86 0.86
  • AAPL34 R$ 70,97 -3.31
  • ABCB4 R$ 16,45 -2.84
  • ABEV3 R$ 14,39 -2.31
  • AERI3 R$ 3,81 -2.06
  • AESB3 R$ 10,72 -0.83
  • AGRO3 R$ 30,99 -2.05
  • ALPA4 R$ 20,82 -3.12
  • ALSO3 R$ 19,24 -4.37
  • ALUP11 R$ 26,45 0.34
  • AMAR3 R$ 2,33 -4.51
  • AMBP3 R$ 30,75 1.45
  • AMER3 R$ 22,80 -0.96
  • AMZO34 R$ 68,96 -4.67
  • ANIM3 R$ 5,50 -3.68
  • ARZZ3 R$ 81,35 -1.72
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,44 -3.38
  • B3SA3 R$ 11,50 -3.36
  • BBAS3 R$ 36,13 -0.82
Abra sua conta no BTG

Esse é o item mais pedido no iFood em todo o Brasil

O número de pedidos subiu quase 50% em seis meses: com 30,6 milhões de pedidos em março, esse número chegou a 44,6 milhões de pedidos em agosto
 (Divulgação/iFood)
(Divulgação/iFood)
Por Karin SalomãoPublicado em 20/10/2020 15:22 | Última atualização em 20/10/2020 15:39Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Os hambúrgueres, sejam os gourmets ou de redes de fast food, foram os itens mais pedidos em todo o Brasil durante a quarentena pelo iFood. Com uma média de 7 milhões de itens pedidos por mês, ele é o item mais consumido pelos brasileiros em quatro regiões do país: Sul, Norte, Nordeste e Centro Oeste. Perde apenas no Sudeste, onde a prática esfiha figura em primeiro lugar e o hambúrguer está na segunda colocação. 

A pizza, claro, continua sendo um item de alta relevância, principalmente na cidade de São Paulo. O ranking, porém, contabiliza itens. Como a pizza serve de duas a três pessoas, enquanto os outros são individuais, a sua contagem não é tão grande como a de hambúrgueres ou esfihas.

Outras curiosidades foram o aumento no pedido de comida japonesa no Sul e os refrigerantes como destaque em todas as regiões do país, revela levantamento da plataforma de delivery.

Entre os itens que tiveram o maior aumento nas vendas desde o início da quarentena estão os pães, com alta de 277%, e sobremesas, com alta de 203%. Já pedidos com peixes e frutos do mar aumentaram 148% no período. 

O café da manhã, que até então não era uma grande ocasião de consumo para as plataformas de alimentos, foi o período em que os pedidos mais aumentaram para o iFood. Durante a semana, os pedidos para o café cresceram 145% e, nos finais de semana, 232%, desde março. Durante a semana, o almoço também viu aumento de 47% nos pedidos - e alta de 78% aos finais de semana. No período de descanso, os pedidos para o lanche da tarde também tiveram destaque, com alta de 71%. 

O número de pedidos subiu quase 50% em seis meses. Com 30,6 milhões de pedidos em março, esse número chegou a 44,6 milhões de pedidos em agosto. Já o número de restaurantes cresceu de 160 mil para 236 mil de março a agosto deste ano.

Veja abaixo os itens mais pedidos em cada região brasileira:

Sudeste

1º - Esfiha

2º - Hambúrguer

3º - Refrigerante

4º - Carne

5º - Sanduíche e Wrap

 

Nordeste 

1º - Hambúrguer

2º - Carne

3º - Refrigerante

4º - Pizza

5º - Sanduíche e Wrap

 

Norte

1º - Hambúrguer

2º - Carne

3º - Refrigerante

4º - Sanduíche e Wrap 

5º - Pão

 

Sul 

1º - Hambúrguer

2º - Sanduíche e Wrap

3º - Refrigerante

4º - Sushi e sashimi

5º - Carne

 

Centro-Oeste

1º - Hambúrguer

2º - Carne

3º - Refrigerante

4º - Sanduíche e Wrap

5º - Açaí