Acompanhe:
seloNegócios

Elsa, do Frozen, destrona Barbie no reino dos brinquedos

Boneca da animação da Disney está no topo de brinquedos preferidos pelas crianças e pais americanos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Elsa, do filme Frozen, da Disney: boneca da personagem tem sido a mais desejada pelas crianças (Divulgação/Disney)

Elsa, do filme Frozen, da Disney: boneca da personagem tem sido a mais desejada pelas crianças (Divulgação/Disney)

D
Daniela Barbosa

Publicado em 28 de novembro de 2014 às, 14h21.

São Paulo - Pela primeira vez, em mais de uma década, a Barbie, da Mattel, deixou de ser a boneca mais desejada pelas crianças nos Estados Unidos.

O posto agora pertence aos bonecos dos personagens do "Frozen: uma aventura congelante", da Disney, especialmente à princesa Elsa, segundo pesquisa da National Retail Federation (NRF).

Dados do estudo apontam que 20% dos pais pretendem comprar brinquedos da animação Disney para presentear no Natal. Já os que desejam comprar as bonecas da Barbie são 16,8% dos entrevistados.

Outras bonecas genéricas e as Monster High, também da Mattel, estão entre os brinquedos mais procurados.

Recordes

O filme lançado há quase um ano bateu todos os recordes de faturamento e ainda tem feito a diferença no balanço da Disney, principalmente com produtos licenciados da marca.

A animação depois de entrar para a lista de filmes com bilheteria bilionária e ganhar o Oscar de melhor animação, o longa superou Toy Story 3, lançado em 2010, e se tornou o desenho de maior bilheteria da história do cinema.

Frozen registrou faturamento de mais de 1 bilhão de dólares. O faturamento o colocou em 10º lugar entre as maiores bilheterias do cinema.

Outro concorrente

A Lego desbancou a Mattel no primeiro semestre do ano em vendas e se tornou a número um do setor de brinquedos no mundo.

Nos seis primeiros meses do ano, a companhia dinamarquesa somou receita de 2,03 bilhões de dólares - montante 11% maior na comparação com o mesmo período de 2013. Já as vendas da Mattel somaram 2,01 bilhões de dólares no mesmo período.

No Brasil, a Lego já sinalizou que o ritmo de crescimento deve continuar alto por aqui. Em 2012, as vendas da LEGO no país cresceram 50%. Em 2013, 61%.

As vendas da companhia foram favorecidas principalmente pelas linhas Chima, Friends e City, além do filme “Uma Aventura LEGO”, lançado em fevereiro deste ano.

Nos três primeiros dias de exibição nos Estados Unidos, o filme da empresa arrecadou cerca de 70 milhões de dólares. O valor é maior que o investido para a produção da animação - 60 milhões de dólares.

Últimas Notícias

Ver mais
Disney nunca faturou tanto com seus parques — e vai investir US$ 60 bi para continuar assim
seloNegócios

Disney nunca faturou tanto com seus parques — e vai investir US$ 60 bi para continuar assim

Há um dia

Inovação com disciplina: a fórmula ‘ambidestra’ por trás do crescimento do iFood
Exame IN

Inovação com disciplina: a fórmula ‘ambidestra’ por trás do crescimento do iFood

Há um dia

Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas
Exame IN

Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas

Há 2 dias

Receita estende até 12 de abril prazo para empresas aderirem ao piloto do 'Confia'
seloMinhas Finanças

Receita estende até 12 de abril prazo para empresas aderirem ao piloto do 'Confia'

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais