Negócios

Eletrobras tem lucro de R$ 738,3 mi no 1º trimestre

Rio - A Eletrobras teve um lucro de R$ 738,3 milhões no primeiro trimestre de 2010, resultado 628,6% maior do que o do mesmo período do ano passado (R$ 101,3 milhões). Em comunicado distribuído no início desta noite, a empresa ressaltou que o lucro foi resultante da inclusão da subsidiária Eletrobras Furnas e do resultado […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h45.

Rio - A Eletrobras teve um lucro de R$ 738,3 milhões no primeiro trimestre de 2010, resultado 628,6% maior do que o do mesmo período do ano passado (R$ 101,3 milhões). Em comunicado distribuído no início desta noite, a empresa ressaltou que o lucro foi resultante da inclusão da subsidiária Eletrobras Furnas e do resultado completo das empresas de distribuição.

Em 17 maio, a Eletrobras havia divulgado o balanço do primeiro trimestre do ano sem incluir os resultados de suas controladas Furnas, Distribuição Acre, Amazonas Energia, Distribuição Roraima e Distribuidora Rondônia. O resultado apresentado naquela data mostrou lucro líquido consolidado de R$ 519,797 milhões no primeiro trimestre, alta de 413% com relação aos R$ 101,328 milhões registrados ao mesmo período do ano anterior. Essas companhias não haviam sido contabilizadas antes por terem sofrido problemas operacionais no fechamento de seus balanços, segundo informou a Eletrobras.

A companhia destacou o resultado operacional das empresas, que gerou um ganho de R$ 869 milhões, frente a um retorno positivo de R$ 251 milhões registrado no primeiro trimestre de 2009 - uma elevação de 246%.

Outro resultado importante, segundo a Eletrobras, foi o lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações (Ebitda) das empresas de distribuição de energia, que passou de um Ebitda negativo de R$ 78 milhões nos primeiros três meses do ano passado, para um Ebitda positivo de R$ 39 milhões no mesmo período deste ano, o que representa aumento de 149,7%.

Já a Eletrobras Furnas registrou um aumento de 10,85% em seu Ebitda, passando de R$ 446 milhões para R$ 494 milhões na comparação com o mesmo período do ano passado. Com a inclusão dos resultados completos de Furnas e das distribuidoras, a soma dos Ebitdas das empresas totalizou R$ 1,75 bilhão, resultado 22% maior que o apurado nos primeiros três meses de 2009, de R$ 1,4 bilhão.

O resultado da Eletrobras também foi beneficiado pela desvalorização do real em relação ao dólar norte-americano neste trimestre. Esse fator produziu um efeito positivo em R$ 228 milhões decorrente da variação cambial. Nos primeiros três meses de 2009, havia sido registrada uma perda de R$ 199 milhões.
 

Acompanhe tudo sobre:EletrobrasEmpresasEmpresas estataisEnergia elétricaEstatais brasileirasHoldingsLucroServiços

Mais de Negócios

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Baré, Fruki, Coroa, Jesus: conheça os refrigerantes de guaraná que bombam pelos estados do Brasil

De gravadora a companhia aérea: conheça Richard Branson, o bilionário que inspira os donos da Cimed

Mais na Exame