A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Eletrobras não exerce opção de elevar capital social na Cepisa

Negócio entre as partes se deu em leilão de privatização em 2018, quando a Equatorial apresentou lance único com outorga de quase R$ 100 milhões

São Paulo — A Eletrobras não exerceu a opção de elevar o capital social na distribuidora Cepisa, que opera no Piauí e foi comprada no ano passado pela Equatorial Energia, informou a estatal na quinta-feira, 25, em comunicado divulgado ao mercado.

O negócio entre as partes se deu em leilão de privatização em julho de 2018, quando a Equatorial apresentou lance único com outorga de quase 100 milhões de reais.

Em outubro, as empresas firmaram um acordo a partir do qual era prevista "a possibilidade de a Eletrobras exercer, em até seis meses decorridos da troca do controle acionário, a opção de aumentar a participação... no capital social da Cepisa em até 30 por cento deste".

"Em 17 de abril de 2019, encerrou-se o prazo previsto no acordo de acionistas para referida opção, a qual não foi exercida pela Eletrobras", destacou a estatal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também