Negócios

Eike Batista reafirma interesse em parceria com Usiminas e ArcelorMittal

Segundo empresário, companhias se beneficiariam com transporte de minério realizado pela LLX

eike-batista-460-310a-jpg.jpg (.)

eike-batista-460-310a-jpg.jpg (.)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h41.

São Paulo - Novamente na mira do empresário Eike Batista, estão as operações de mineração da Usiminas e da ArcelorMittal. Em teleconferência com jornalistas realizada nesta segunda-feira (13/9), Eike reafirmou seu interesse em negociar com as companhias. "Eles têm ativos que precisam escoar. Vamos conversar com eles. Uma parceria nos interessa", disse ele sobre um possível acordo com a LLX, a empresa de logística de seu grupo. Procuradas, as companhias não comentam o assunto.

No início de agosto, porém, em entrevista à agência Dow Jones, o presidente da ArcelorMittal Serra Azul, Sebastião Costa Filho, confirmou as negociações com Eike. O negócio envolveria também o braço logístico LLX e o porto Sudeste, em construção em Itaguaí (RJ), com investimentos de 1,8 bilhão de reais. Trata-se da melhor rota de escoamento de minério da região, com conclusão prevista para o final de 2011.

Em março, surgiram rumores sobre negociações preliminares para unir a LLX com a área de transporte da Usiminas. Em conferência sobre os resultados do segundo trimestre, Otávio Lazcano, presidente da LLX, evitou comentar especulações de mercado, mas afirmou que ficaria honrado em fazer algum projeto com a empresa mineira.

Leia mais sobre Eike Batista

Acompanhe as notícias de Negócios no Twitter

Acompanhe tudo sobre:ArcelorMittalEike BatistaEmpresáriosEmpresasEmpresas abertasEmpresas japonesasIndústriaMineraçãoMMXNegociaçõesOSXPersonalidadesPrumo (ex-LLX)Setor de transporteSiderurgiaSiderurgia e metalurgiaSiderúrgicasUsiminas

Mais de Negócios

Shopee ultrapassa Amazon e se torna segundo e-commerce mais acessado do Brasil em maio; veja a lista

Por que a Cimed está disposta a pagar R$ 450 milhões pela Jequiti

Com solução para quem enfrenta o câncer, a Oncoclínicas&Co é eleita uma das Melhores do ESG

Empresa do Paraná que ajuda na cobrança de dívidas compra startup de Natal e mira R$ 100 milhões

Mais na Exame