Duratex fecha fábrica de painéis e vende ativos florestais em São Paulo

Segundo a companhia, as decisões devem gerar lucro líquido de cerca de 230 milhões de reais, com impacto no caixa de aproximadamente 450 milhões

São Paulo - A Duratex anunciou nesta quarta-feira que vai fechar a fábrica de painéis de madeira em Botucatu, no interior de São Paulo, que estava paralisada desde novembro de 2018. A companhia também anunciou venda de imóveis rurais e de ativos florestais na região central do Estado.

Segundo a companhia, as decisões devem gerar lucro líquido extraordinário de cerca de 230 milhões de reais, com impacto no caixa de aproximadamente 450 milhões.

A venda dos ativos foi acertada para Bracell Celulose e Turvino Participações, informou a companhia, sem dar detalhes sobre os ativos.

"A Duratex reforça sua estratégia de foco nas operações com maior produtividade e eficiência, melhor uso do capital, bem como seu compromisso com seus acionistas de priorizar sua rentabilidade e de preparar a companhia para desafios futuros", afirmou a companhia em comunicado ao mercado.

Segundo a Duratex, o fechamento da fábrica em Botucatu não implicará descontinuidade de fornecimento de produtos diante da capacidade instalada em outras unidades industriais do grupo.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.