Negócios

Dufry adquire restante da Hellenic Duty Free por R$1,058 bi

A empresa comprou a participação de 49% por 328 milhões de euros, o equivalente a 1,058 bilhão de reais

Duty free Dufry no aeroporto de Guarulhos: segundo a empresa, a aquisição simplificará processos de logística e compras (Divulgação)

Duty free Dufry no aeroporto de Guarulhos: segundo a empresa, a aquisição simplificará processos de logística e compras (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 12 de dezembro de 2013 às 06h46.

Última atualização em 17 de setembro de 2020 às 18h52.

São Paulo - A Dufry informou nesta quinta-feira ter comprado a participação de 49 por cento que ainda não detém na Hellenic Duty Free, da Grécia, por 328 milhões de euros, o equivalente a 1,058 bilhão de reais.

O pagamento será feito em dinheiro, em uma quantia equivalente a 564 milhões de reais, e ações da Dufry, que emitirá 1.231.233 papéis ordinários para o Grupo Folli Follie, avaliados em 494 milhões de reais.

Em outubro de 2012, a Dufry havia anunciado a aquisição de 51 por cento da empresa grega com a opção de adquirir a parcela restante em 2016.

Segundo a companhia, a transação permitirá à Dufry "explorar sinergias adicionais com a maior simplificação dos processos de logística e compras. A Dufry também reformará e expandirá as áreas de vendas em aeroportos-chave na Grécia, incluindo as áreas nos aeroportos de Atenas, Thessaloniki, Rhodes e Creta".

Também como parte da transação, a Dufry assumirá com um grupo de bancos uma nova linha de crédito de 500 milhões de euros (1,613 bilhão de reais) com prazo para amortização de 5 anos, que será utilizada para financiar a parcela em dinheiro da aquisição e também para liquidar dívidas locais da HDF na Grécia.

A Dufry informou ainda que prevê custos de transações não recorrentes e financiamento equivalentes a 21 milhões a 26 milhões de reais.

"A aquisição da Hellenic Duty Free nos permitirá conquistar mais sinergias operacionais e possibilitará a economia de aproximadamente 26 milhões de reais por ano em custo financeiro. Com o Grupo Folli Follie unindo-se como acionista de longo prazo da Dufry, nós fortalecemos ainda mais a nossa base de acionistas", disse o presidente da Dufry, Julian Diaz, no comunicado.

*Matéria atualizada às 7h46

Acompanhe tudo sobre:Crise gregaDufryDuty FreeEmpresasEuropaFusões e AquisiçõesGréciaPiigsVarejo

Mais de Negócios

Eles passaram a vender lanche na garagem durante a pandemia. Agora fazem R$ 6 milhões com hambúrguer

Gestor consegue identificar comportamentos arriscados e evitar acidentes, diz VP da Geotab

O Brasil pode exportar peças para veículos? Essa é a aposta da Bosch após vender R$ 9,8 bilhões aqui

Startup do Amapá capta R$ 3 milhões e já tem R$ 30 milhões para emprestar na Amazônia

Mais na Exame