Negócios

Credicard ofereceu 30% mais crédito este ano

Resultado é atribuído ao aumento da renda do brasileiro e geração de empregos

Cartão da Credicard: aumento da renda puxou os negócios no Brasil (Divulgação)

Cartão da Credicard: aumento da renda puxou os negócios no Brasil (Divulgação)

Tatiana Vaz

Tatiana Vaz

Publicado em 8 de dezembro de 2010 às 12h32.

São Paulo - Este ano, a Credicard estima um crescimento acima de 30% na carteira de crédito (empréstimos concedidos) oferecida no país - número bem acima do projetado para o setor, de até 20% - afirma Leonel Andrade, presidente da Credicard no Brasil.

O resulto foi atribuído ao maior número de empregos gerados no país este ano e ao consequente aumento da renda do brasileiro. “A perspectiva do país é muito boa e seguramente cresceremos acima do mercado também no ano que vem”, afirma Andrade.

Operações do Citibank

De acordo com Gustavo Marin, presidente do Citi no Brasil e controlador da Credicard, o banco concorda com as medidas tomadas pelo governo, inclusive a possível elevação dos juros, para inibir uma bolha de crédito nos próximos meses.

“Não estamos na área de financiamento de carros, que cresce bastante, mas estamos contentes com os resultados nas áreas em que atuamos”, diz o executivo. “Acreditamos que as medidas do governo não atrapalharão o crescimento da demanda por crédito no país.”

Sobre eventuais aquisições, Marin afirmou que a estratégia de crescimento dos negócios do grupo será feita de maneira orgânica. Mas boas oportunidades de aquisição não estão descartadas.

Acompanhe tudo sobre:BancosCartões de créditoCitibankCitigroupEmpresasEmpresas americanasFaturamentoFinançassetor-de-cartoessetor-financeiroVendas

Mais de Negócios

Startup brasileira quer usar hemogramas e IA para acelerar diagnóstico do câncer de mama

A rota da KLM para transformar viagens em conexões inesquecíveis

Lembra dela? TecToy volta a apostar no mercado game e lança computador, acessórios e até jogos

Giovanna Antonelli, Caio Castro, Deborah Secco e mais: conheça franquias com sócios famosos

Mais na Exame