Negócios

Como superar as barreiras e implementar uma cultura inovadora em sua empresa

Sua empresa não precisa de uma equipe de inovação, mas sim de uma cultura - veja como liderar a transformação em qualquer negócio

A cultura de uma organização é inovadora quando realmente apoia e valoriza a descoberta e a criatividade em todos os níveis (Ponomariova_Maria/Getty Images)

A cultura de uma organização é inovadora quando realmente apoia e valoriza a descoberta e a criatividade em todos os níveis (Ponomariova_Maria/Getty Images)

Future Dojo
Future Dojo

Future Dojo - Conteúdo Promocional

Publicado em 29 de maio de 2023 às 18h30.

Última atualização em 29 de maio de 2023 às 18h31.

Você deseja implementar inovação em sua empresa? Isso tem se tornado cada vez mais possível a cada ano que passa, mas ainda assim a maioria dos colaboradores ainda tem uma série de dificuldades quando o assunto é inovar.

Desde problemas de governança, até cortes inesperados no orçamento, a inovação parece que nunca será prioridade para algumas empresas.

A boa notícia para você é que a inovação não pode ser forçada de cima para baixo. Em vez disso, requer uma cultura (que pode ser implementada) para promover a criatividade, a experimentação e a tomada de riscos.

Quer saber como superar os principais desafios de inovação em sua empresa? Confira a masterclass gratuita do autor do best seller "A estratégia da inovação radical": clique para assistir

Nesta matéria, você vai descobrir as principais barreiras para uma cultura de inovação, como superá-las e veremos 5 passos que sua empresa pode seguir para alimentar a inovação.

Ao final, você vai saber como disseminar o mindset de inovação e começar a implementar a área em qualquer negócio.

Antes de tudo devemos ver que a necessidade de inovação pode ser resumida em 4 fatores:

1) A inovação impulsiona o desempenho financeiro de longo prazo

2) Os clientes estão exigindo inovação

3) As novas tecnologias facilitam os processos das organizações

4) Soluções anteriores cada vez mais não funcionam ou não são mais relevantes

Como qualquer empresa pode crescer aplicando princípios das organizações de ponta do vale do silício? Confira a masterclass gratuita: clique aqui para assistir

Portanto, para terem sucesso, as empresas devem criar uma cultura que cultive a criatividade e a inovação.

A cultura de uma organização é inovadora quando realmente apoia e valoriza a descoberta e a criatividade em todos os níveis. No entanto, construir isso pode ser complicado em questões que vão além da teoria.

3 barreiras para inovação em sua empresa - e como superá-las

Resistência à Mudança

Muitas vezes as pessoas resistem à mudança, mesmo quando é para melhor. Afinal, como você vira pra alguém que faz a mesma coisa a anos e fala que agora as coisas serão diferentes?

A resistência à mudança pode se manifestar de várias maneiras, incluindo relutância em tentar coisas novas ou medo de perder o controle sobre os processos estabelecidos.

Você pode lidar com a resistência comunicando claramente os números e os dados que você levou em conta, para ajudá-los a enxergar melhor os benefícios da mudança.

Considere envolver seus funcionários no processo, solicitando seus comentários e ideias. Isso pode ajudar a criar adesão e propriedade do processo de mudança.

Falta de prioridade entre os recursos

Você já notou que grandes empresas tendem a cortar seu orçamento de inovação antes do lançamento de um novo produto?

É meio estranho, né? Mas acontece o tempo todo e podemos ter uma solução para isso.

O principal problema é que os inovadores têm uma visão perfeita do produto final em suas mentes, mas os tomadores de decisão não. Você pode estar trabalhando ansiosamente em algo, mas o tomador de decisão não vê nada disso e finalmente cancela o projeto.

Felizmente, existem algumas maneiras de lidar com a falta de recursos.

Por exemplo, você pode priorizar a inovação como um objetivo comercial importante e alocar recursos de acordo.

Isso pode significar realocar recursos de outras áreas do negócio ou encontrar formas criativas de gerar financiamento adicional para esforços de inovação.

Medo de falhar

O medo do fracasso pode ser uma barreira significativa à inovação. Os funcionários podem hesitar em assumir riscos ou tentar coisas novas por medo de serem culpados ou punidos pelo fracasso.

Você pode lidar com essa barreira criando um ambiente seguro onde os funcionários se sintam à vontade para assumir riscos e experimentar coisas novas sem medo de errar.

A segurança psicológica é um ingrediente essencial para lidar com a inovação.

Isso pode ser alcançado enfatizando que o fracasso é uma parte natural do processo e celebrando as falhas como oportunidades de aprendizado e crescimento.

8 Ferramentas gratuitas para começar a implementar a inovação

Resumindo, a inovação tem vários motivos para não acontecer em uma empresa.

Pedro Waengertner, fundador de uma das maiores empresas de inovação do país (ACE Ventures), chama esses motivos de "anticorpos da inovação". O que ele quer dizer com isso, é que toda empresa tem resistências naturais à mudança que não ocorrem por mal.

Os líderes e colaboradores apenas são pagos para pensar em como defender a empresa e continuar lucrando, certo? Cabe ao inovador o papel de ter empatia o suficiente para entender o lado de cada um e como deixá-los o mais seguros e engajados possível.

Caso você queira aprender mais com Pedro Waengertner, confira sua masterclass gratuita: clique aqui para assistir.

Agora que você já conhece a teoria do "porque" e "como" essas barreiras acontecem, você precisa de ferramentas práticas. Para conseguir aplicar tudo o que leu, em seu negócio.

Pensando nisso, a Future Dojo criou um banco de ferramentas gratuitas de inovação. A plataforma conta com 8 ferramentas mas a empresa promete atualizá-la semanalmente.

Caso queira conferir, clique no link abaixo e entre para o Innovation Studio:

Quero implementar inovação da forma correta

  • Este conteúdo é apresentado por Future Dojo
Acompanhe tudo sobre:Inovação

Mais de Negócios

Rival da Amazon nos Estados Unidos e da Shein na Ásia, Temu chega ao Brasil

Franquias crescem 19,1% no 1º trimestre, com faturamento de R$ 60,5 bilhões

Você sabe a diferença entre comprar e investir em dólar?

Da quase falência ao topo: como a Lego evitou o colapso com apenas uma nova estratégia?

Mais na Exame