Negócios

Como a Intel fez a Dell cortar a previsão de receita para este ano

A Intel afirmou que a demanda por processadores de PCs está superando sua capacidade de aumentar a produção

Dell: os negócios com computadores da companhia representam quase metade de sua receita total (Lucas Agrela/Site Exame)

Dell: os negócios com computadores da companhia representam quase metade de sua receita total (Lucas Agrela/Site Exame)

R

Reuters

Publicado em 27 de novembro de 2019 às 13h51.

Última atualização em 27 de novembro de 2019 às 13h51.

Bangalore — A Dell cortou previsão de receita para o ano, em decisão influenciada por escassez de chips da Intel no mercado, informou a companhia.

A Dell é a terceira maior fabricante de computadores do mundo, depois do Lenovo Group e da HP. Os negócios com computadores da companhia representam quase metade de sua receita total.

"A escassez de CPUs da Intel piorou em relação ao trimestre anterior, impactando nossas entregas previstas de computadores comerciais e para o consumidor premium no quarto trimestre", disse o vice-presidente de operações, Jeffrey Clarke, em teleconferência com analistas.

 

A Intel disse no mês passado que a demanda por processadores de PCs estava superando sua capacidade de aumentar a produção, levando a empresa a confiar em fabricantes terceirizados para minimizar a situação.

A divisão de computadores da Dell teve um trimestre forte, com as vendas subindo 4,6%, para 11,41 bilhões de dólares, e refletindo resultados otimistas da rival HP, que também divulgou balanço na terça-feira.

A receita da unidade de servidores e de redes da Dell, no entanto, caiu 16%, para 4,24 bilhões de dólares no terceiro trimestre encerrado em 1º de novembro, enquanto as vendas em sua unidade VMware aumentaram 11,4%.

A empresa cortou previsão de receita para 2020 para entre 91,5 bilhões e 92,2 bilhões de dólares. Anteriormente, a previsão estava entre 92,7 bilhões e 94,2 bilhões de dólares.

A Dell teve receita total de 22,84 bilhões de dólares no trimestre, ficando pouco abaixo as estimativas de 23,04 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

O lucro líquido da Dell foi de 552 milhões de dólares, comparado com um prejuízo de 895 milhões no ano anterior.

Excluindo itens, a empresa ganhou 1,75 dólar por ação, enquanto os analistas esperavam um lucro de 1,62 dólar por ação.

Acompanhe tudo sobre:ComputadoresDellIntel

Mais de Negócios

Essa fintech acaba de captar R$ 8 milhões para ajudar brasileiros a investir no exterior

Imóveis, cheques e itens de luxo são mais usados em crimes financeiros do que criptomoedas

Apple mantém diálogos com concorrente Meta sobre IA

30 franquias baratas para começar a empreender a partir de R$ 9.500

Mais na Exame