Negócios

Chances de sucesso da COP26 são de 60%, diz Boris Johnson

O primeiro-ministro britânico manteve a mesma estimativa de setembro, quando avaliou as as chances da COP26

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson (JUSTIN TALLIS/Getty Images)

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson (JUSTIN TALLIS/Getty Images)

AB

Agência Brasil

Publicado em 31 de outubro de 2021 às 11h08.

Última atualização em 5 de novembro de 2021 às 12h51.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson,  disse na sexta-feira, 29, que estima em cerca de 60% as chances de haver um resultado positivo na COP26.

O Reino Unido espera que a cúpula em Glasgow, que começou hoje, 31, pela manhã, adote planos para o mundo se aproximar da meta de limitar o crescimento médio da temperatura global em 1,5 grau Celsius acima dos níveis pré-industriais e chegar a um saldo zero em emissões de carbono até 2050.

Questionado se ainda estimava as chances de sucesso em Glasgow em seis numa escala até dez, como fez em setembro, Johnson afirmou à BBC que "eu diria que é mais ou menos a mesma coisa".

"O que precisamos fazer é garantir que, na cúpula da COP na próxima semana, os líderes mundiais se reúnam e façam compromissos que são necessários", disse, em Roma, onde comparece a uma reunião dos líderes dos países que formam o G20.

Acompanhe tudo sobre:Boris JohnsonCOP26Mudanças climáticasONU

Mais de Negócios

OPINIÃO: Na lama da tragédia, qual política devemos construir?

Conheça a Rota das Artes, o novo roteiro turístico de Minas Gerais

Fabricio Bloisi deixa operação do iFood para assumir comando de grupo de investimentos Prosus

Conheça a CEO que nunca descansa, nem cobra salário – isso porque ela é uma inteligência artificial

Mais na Exame