Negócios

CEO da BlackBerry recruta mais dois de seus ex-colegas

Equipe tem a responsabilidade de recuperar a combalida fabricante de smartphones


	John Chen: "desenvolvemos relacionamentos próximos e de confiança entre nós que nos permitirão administrar com coesão as mudanças necessárias para reformular a BlackBerry"
 (Reuters)

John Chen: "desenvolvemos relacionamentos próximos e de confiança entre nós que nos permitirão administrar com coesão as mudanças necessárias para reformular a BlackBerry" (Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de dezembro de 2013 às 07h34.

Toronto - A BlackBerry disse na quarta-feira que contratou mais dois executivos sêniores que já trabalharam com seu novo presidente-executivo, fortalecendo uma equipe recém-formada que tem a responsabilidade de recuperar a combalida fabricante de smartphones.

Os executivos integram um grupo crescente de talentos reunidos por John Chen desde que o executivo se juntou à BlackBerry como presidente-executivo no mês passado.

Na BlackBerry, James Mackey será responsável por aquisições como vice-presidente de desenvolvimento corporativo e planejamento estratégico, enquanto Mark Wilson foi nomeado vice-presidente sênior de marketing.

Mackey foi anteriormente chefe de desenvolvimento corporativo na SAP, onde liderou mais de 40 aquisições, antes de ingressar na OpenText Corp.

Wilson no ano passado se juntou à Avaya como vice-presidente de marketing, após trabalhar muitos anos na Sybase.

"Já trabalhei muito com eles no passado, e tenho o maior respeito pela experiência e pelas conquistas de ambos", disse Chen em um comunicado.

"Desenvolvemos relacionamentos próximos e de confiança entre nós que nos permitirão administrar com coesão as mudanças necessárias para reformular a BlackBerry", acrescentou o presidente-executivo, que foi nomeado para substituir Thorsten Heins em novembro.

Acompanhe tudo sobre:BlackBerryCelularesEmpresasExecutivosIndústria eletroeletrônica

Mais de Negócios

Startup do Paraná que ajuda call center a ligar para você compra empresa e mira R$ 100 milhões

Eles voltaram: depois de Floripa e POA, patinetes desembarcam no Rio e irão chegar a São Paulo

O bilionário de 80 anos que ficou US$ 40 bilhões mais rico num ano – e US$ 2,8 bi mais rico em 24h

Como o chef João Diamante está ajudando a mudar o mundo por meio da alimentação

Mais na Exame