Caixa reduz taxa de crédito do BNDES para capital de giro

Podem ser beneficiárias desta operação as empresas pertencentes a setores industriais, definidos pelo BNDES

Brasília - A Caixa Econômica Federal reduz, a partir da próxima quarta-feira (2), a taxa da operação BNDES Progeren, linha de crédito para capital de giro das empresas. Segundo o banco, a taxa mínima do produto cai de 0,96% ao mês para 0,89%. A linha BNDES Progeren é destinada ao aumento da produção, do emprego e da massa salarial, por meio do apoio financeiro, na forma de capital de giro.

“Dessa forma, a Caixa acompanha a redução do custo da operação de 0,5% ao ano (a.a.) comunicada pelo BNDES, e diminui percentual idêntico em seu spread [diferença entre taxa de captação e a cobrada dos clientes], o que representa um benefício final, ao tomador, de 1% a.a. na taxa do empréstimo”, diz a Caixa, em nota.

De acordo com a Caixa, podem ser beneficiárias desta operação as empresas pertencentes a setores industriais, definidos pelo BNDES, e as situadas em municípios abrangidos pela área de atuação do Fundo Constitucional do Norte (FNO) ou do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE) de quaisquer setores atendidos nas linhas do BNDES.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.