Negócios

Budweiser dá primeiros passos para fazer cerveja no espaço

Os primeiros testes irão verificar como as sementes de cevada se comportam em ambientes com menos gravidade

Cervejas da Budweiser (Divulgação/Budweiser/Divulgação)

Cervejas da Budweiser (Divulgação/Budweiser/Divulgação)

Karin Salomão

Karin Salomão

Publicado em 27 de novembro de 2017 às 14h56.

Última atualização em 27 de novembro de 2017 às 15h06.

São Paulo – Se a água é necessária para a existência da vida como conhecemos, a AB-Inbev acredita que a civilização precisa de cerveja no espaço. A Budweiser, uma das marcas da gigante de bebidas, quer levar a produção de cerveja para fora da Terra e, eventualmente, para Marte.

Ainda não é possível levar latinhas de cerveja para o espaço. A diferença de pressão entre o interior da lata e a estação espacial é muito grande e, com menos gravidade, as bolhas na bebida não vão para o alto do copo.

Produzir cerveja em Marte representa um desafio ainda maior. O planeta tem menos incidência de luz solar, que pode impedir plantações de grãos, e tem bem menos água que a Terra, o que é um problema para a fabricação da cerveja.

Mesmo assim, a Budweiser anunciou em março que iria começar testes para ser a primeira cervejaria a produzir no espaço. Agora, ela detalhou o seu primeiro experimento.

Ela firmou parcerias com o Center for Advancement of Science in Space (Centro para Desenvolvimento da Ciência no Espaço), que gerencia a Estação Espacial Internacional, e com a empresa Space Tango, que conduz pesquisas em microgravidade.

O experimento da cervejaria irá começar no dia 4 de dezembro, quando ela irá enviar 20 sementes de cevada para a estação espacial, em um foguete da SpaceX.

Inicialmente, os testes irão verificar como essas sementes se comportam em ambientes com menos gravidade. Em segundo lugar, a empresa quer saber se as sementes, que são um dos principais ingredientes de cerveja, irão germinar na estação espacial.

A própria Budweiser disse que as Happy Hours no Planeta Vermelho ainda estão muito distantes, mas que quer estar pronta para quando a humanidade começar sua expansão espacial.

Sementes de cevada que a Budweiser, da AB-Imbev, quer levar ao espaço

Sementes de cevada que a Budweiser, da AB-Imbev, quer levar ao espaço

 

Acompanhe tudo sobre:AmbevBudweiserCervejasEspaçoInovação

Mais de Negócios

Fórmula secreta? Como a Disney reinventou sua gestão financeira para continuar no topo

Depois de faturar R$ 300 milhões no Brasil, a Asper quer combater crimes digitais nos Estados Unidos

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Mais na Exame