Acompanhe:
seloNegócios

BTG Pactual vai ampliar equipe do banco de investimento em 11%

Atualmente, são 45 pessoas trabalhando na unidade, e mais 5 devem chegar; número de sócios, que já chega a 10, também deve subir

Modo escuro

Continua após a publicidade
BTG Pactual quer ajudar no financiamento das obras de infraestrutura no país (Wikimedia Commons)

BTG Pactual quer ajudar no financiamento das obras de infraestrutura no país (Wikimedia Commons)

A
Adriana Brasileiro

Publicado em 31 de dezembro de 2010 às, 08h03.

Rio de Janeiro - O Banco BTG Pactual SA, controlado pelo bilionário André Esteves, pretende aumentar o número de sócios e acrescentar 5 pessoas às 45 da sua unidade de banco de investimento. A economia cresce no maior ritmo em mais de duas décadas e impulsiona a demanda por negócios no mercado de capitais.

Três dos integrantes de sua equipe se tornaram sócios este ano, aumentando o número para 10, disse Guilherme Paes, chefe do banco de investimento do BTG. O objetivo é reter talentos, de acordo com ele.

“O mercado está competitivo, tem muita gente contratando, então um dos nossos incentivos é a possibilidade de ser sócio e dono de um pedaço do banco”, disse Paes em entrevista por telefone ontem de São Paulo. “Todo o mundo aqui almeja isso.”

O BTG espera que a economia brasileira dê combustível para que as empresas procurem mais financiamento por meio do mercado acionário ou de dívida corporativa no ano que vem. O banco também espera que o mercado de capitais seja uma fonte chave de financiamento para projetos de infraestrutura, de cerca de R$ 1 trilhão, incluindo obras para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. O Brasil deve crescer 7,6 por cento neste ano e 4,5 por cento no ano que vem, segundo economistas entrevistados pelo Banco Central para a pesquisa Focus divulgada em 27 de dezembro.

O BTG tem cerca de 1.100 pessoas trabalhando em escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Londres, Nova York e Hong Kong. Em torno de 50, são sócios.

Últimas Notícias

Ver mais
Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência
Exame IN

Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência

Há 17 horas

Com perda de volume e share, Ambev aumenta aposta em Spaten, Corona e Original 
Exame IN

Com perda de volume e share, Ambev aumenta aposta em Spaten, Corona e Original 

Há 19 horas

Solana: criptomoeda que disparou em 2023 pode continuar subindo para US$ 600, diz analista
Future of Money

Solana: criptomoeda que disparou em 2023 pode continuar subindo para US$ 600, diz analista

Há 22 horas

“Não sabemos o que o mercado ainda espera de nós”, diz CFO do Banco do Brasil
seloMercados

“Não sabemos o que o mercado ainda espera de nós”, diz CFO do Banco do Brasil

Há 23 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais