Apresentado por EY

Brasileiro é nomeado como Empreendedor do Ano Global

O fundador da MRV Engenharia, Rubens Menin, venceu o World Entrepreneur Of The Year 2018, que reuniu lideranças de mais de 50 países
 (PeopleImages/Getty Images)
(PeopleImages/Getty Images)
A
Abril Branded Content

Publicado em 30/07/2018 às 18:00.

Última atualização em 31/07/2018 às 17:47.

Pela primeira vez, um brasileiro foi considerado o empreendedor do ano no mundo.

Rubens Menin, fundador da MRV Engenharia, é também o primeiro sul-americano a receber a honraria, o prêmio máximo do World Entrepreneur Of The Year 2018.

O evento é organizado desde 2001 pela Ernst & Young – uma das maiores consultorias do mundo. Em junho deste ano, reuniu homens e mulheres de mais de 50 países que, com seu empenho, sua visão estratégica e sua energia inovadora, ajudam a transformar a realidade de seus mercados.

Eleitos como empreendedores do ano em seus respectivos países, os participantes foram avaliados por um corpo de jurados independente, que selecionou o melhor entre os melhores. O anúncio da vitória de Menin foi feito por Mark Weinberger, CEO Global da EY. Antes da eleição, todos os empreendedores receberam homenagem por sua trajetória e pelo poder transformador de seus negócios.

Quatro décadas de história

À frente da MRV Engenharia, Menin acredita no impacto positivo que a construção civil e o acesso à moradia têm no desenvolvimento social.

Sua história se iniciou no fim da década de 1970, com o reconhecimento de que a casa própria era um sonho inatingível para a maior parcela da população brasileira.

Em um terreno em Belo Horizonte (MG), Menin, recém-formado e com a ajuda dos pais e de dois primos, levantou sua primeira casa popular. Hoje, um entre cada 200 brasileiros vive em um imóvel construído pela MRV.

Rubens Menin, da MRV, foi o primeiro sul-americano a receber o prêmio de empreendedor global do ano (EY/Divulgação)

“Estou muito orgulhoso”, disse Menin em seu discurso de agradecimento, ao subir ao palco com uma bandeira do Brasil nas mãos. “A coisa mais importante desses belos dias que passei aqui foram os empreendedores que conheci. Todas as empresas aqui querem mudar o mundo. E somos capazes de fazer isso”, declarou.

Foco na essência

A premiação ocorreu no último dia de evento e coroou uma agenda extensa de palestras e debates. O encontro de lideranças do mundo inteiro, que têm a chance de interagir, trocar experiências e comunicar sua trajetória para jornalistas de diversos países, é um dos grandes benefícios do World Entrepreneur Of The Year.

“A etapa global reúne um grupo muito seleto de empreendedores de dezenas de países. Interagir com esse grupo, ao longo de vários dias, já representa um prêmio”, comenta Leonardo Donato, sócio-líder de mercados estratégicos para América do Sul da EY.

“Neste ano, fomos agraciados com a premiação de um brasileiro. Prova de que o Brasil é capaz de gerar empreendedores de influência global. A história da MRV, que já possibilitou que milhares de brasileiros realizassem seu sonho da casa própria, é muito impactante”, afirma o executivo.

Além de Menin, estavam presentes outros quatro empreendedores da América do Sul. Da Colômbia, foi indicado Humberto Enrique Rodríguez, do Grupo Sala, empresa que usa tecnologia inovadora para remoção de lixo industrial, promoção do saneamento básico e realização de coleta de resíduos.

Também participaram do encontro o chileno José Rosenberg, que fundou a Colchones Rosen, líder na fabricação de colchões na América Latina, e dois argentinos: Nicolas Szekasy e Hernan Kazah, da Kaszek Ventures, fundo de investimentos com 50 empresas no portfólio.

“A edição brasileira do prêmio Empreendedor do Ano é bastante madura”, afirma Donato. “Em outubro deste ano, será realizada a 22a edição. Nosso principal objetivo é reconhecer e estimular ações de empreendedorismo que têm grande impacto na comunidade, na medida em que trazem benefícios diretos para sua região”, completa.

O Empreendedor do Ano foi criado em 1986 pelo escritório da EY de Milwaukee, nos Estados Unidos. Com o sucesso do evento, escritórios da EY no Reino Unido, no Canadá e na Austrália lançaram iniciativas semelhantes. No Brasil, o Empreendedor do Ano é realizado desde 1998. Em 2001, foi criado o World Entrepreneur Of The Year, a etapa internacional da premiação.