Bradesco BBI tem receitas de R$ 135 mi no 3º trimestre

Em relação aos três meses imediatamente anteriores, quando os ganhos somaram R$ 160 milhões, porém, foi identificada retração de 15,6%

São Paulo - O Bradesco BBI, braço de investimentos do banco, apresentou receitas 95,7% maiores no terceiro trimestre deste ano, para R$ 135 milhões, ante mesmo intervalo de 2013, de R$ 69 milhões.

Em relação aos três meses imediatamente anteriores, quando os ganhos somaram R$ 160 milhões, porém, foi identificada retração de 15,6%.

"A redução de R$ 25 milhões no comparativo trimestral refere-se principalmente, ao desempenho no mercado de capitais, no segundo trimestre de 2014", explica o Bradesco, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.

O banco lembra, no documento, que as oscilações verificadas nesta receita decorrem do comportamento volátil do mercado de capitais. De janeiro a setembro, as receitas do Bradesco com underwriting/assessoria financeira totalizaram R$ 516 milhões, avanço de 24,3% em relação ao mesmo período do ano passado, de R$ 415 milhões.

Segundo o Bradesco, no comparativo entre os nove meses de 2014, o aumento de R$ 101 milhões refere-se, principalmente, ao maior volume de negócios realizados no período.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.