Acompanhe:
seloNegócios

BHP começa a ganhar com petróleo nos EUA

Aumento na produção de líquidos no último trimestre foi de 15 % , à medida que a companhia perfura novos poços em suas grandes propriedades de xisto no Texas

Modo escuro

Continua após a publicidade
BHP Billiton: o aumento na produção de líquidos para 5 milhões de barris ajudou a compensar uma queda nas unidades no mar, mantendo a divisão de óleo no caminho para atingir as estimativas de produção para o ano fiscal 2013. (Robert Cianflone/Getty Images)

BHP Billiton: o aumento na produção de líquidos para 5 milhões de barris ajudou a compensar uma queda nas unidades no mar, mantendo a divisão de óleo no caminho para atingir as estimativas de produção para o ano fiscal 2013. (Robert Cianflone/Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 17 de abril de 2013 às, 17h09.

Sidney - O investimento da BHP Billiton em exploração de petróleo em terra nos EUA está começando a dar resultado financeiro, com um aumento de 15 % na produção de líquidos no último trimestre, à medida que a companhia perfura novos poços em suas grandes propriedades de xisto no Texas.

Diante da queda dos preços de gás natural nos EUA, a BHP informou nesta quarta-feira em seu relatório trimestral que vai gastar 80 % do seu orçamento de 4 bilhões de dólares no desenvolvimento de projetos de xisto Eagle Ford e Permiano, suas maiores unidades produtoras de líquidos.

O aumento na produção de líquidos para 5 milhões de barris ajudou a compensar uma queda nas unidades no mar, mantendo a divisão de óleo no caminho para atingir as estimativas de produção para o ano fiscal 2013, enquanto a BHP busca reduzir sua dependência do setor de mineração.

A mineradora global ficou dentro da estimativa de produção para todo o ano para a maioria dos negócios em seu relatório de março, com a divisão de minério de ferro relatando um aumento de 6 % ante o mesmo trimestre do ano anterior, para 40,2 milhões de toneladas, apesar do efeitos do mau tempo na Austrália.

A BHP, a terceira maior produtora de minério de ferro do mundo, atrás de Vale e Rio Tinto, disse que as taxas anualizadas de produção estavam se aproximando de 200 milhões de toneladas, e manteve a sua previsão de produção para o ano fiscal de 2013 em 183 milhões de toneladas.

Últimas Notícias

Ver mais
Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas
Exame IN

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas

Há um dia

G20, energia e Mês das Mulheres: quais temas movimentam o ESG nesta semana
ESG

G20, energia e Mês das Mulheres: quais temas movimentam o ESG nesta semana

Há um dia

Apagão de energia de 2023 vira alvo do TCU; veja quem será inspecionado
Brasil

Apagão de energia de 2023 vira alvo do TCU; veja quem será inspecionado

Há um dia

Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%
Economia

Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais