Negócios

Banco francês Société Générale pagará € 1,1 bi de multas aos EUA

Os EUA afirmam que o banco violou vários embargos internacionais impostos pelo país, em especial contra o Irã

Société Générale: em junho, o banco foi acusado pelos EUA de corrupção e manipulação de índices (Loic Venance/AFP/AFP)

Société Générale: em junho, o banco foi acusado pelos EUA de corrupção e manipulação de índices (Loic Venance/AFP/AFP)

A

AFP

Publicado em 4 de setembro de 2018 às 11h55.

O banco francês Société Générale anunciou nesta terça-feira que pretende pagar 1,1 bilhão de euros em multas para resolver a disputa com os Estados Unidos por ter violado vários embargos internacionais impostos por Washington, particularmente contra o Irã.

Em um comunicado, o segundo banco francês explicou que espera pagar recorrendo a um fundo especial de provisões.

"O Société Générale entrou em uma fase mais ativa de discussões com as autoridades dos Estados Unidos para buscar uma resolução deste caso nas próximas semanas", diz o comunicado.

Nos últimos meses, o banco foi envolvido em várias investigações.

Em junho, o departamento de Estado americano anunciou que o Société Générale teria de pagar ao governo dos Estados Unidos e à França mais de um bilhão de dólares pelas alegações de corrupção por parte de autoridades líbias e manipulação do índice Libor.

Acompanhe tudo sobre:BancosEstados Unidos (EUA)FrançaSociété Générale

Mais de Negócios

Temu: quem é a rival da Amazon nos EUA que acaba de ser autorizada a atuar no Brasil

JBS anuncia doação de 1 milhão de quilos de proteína aos desabrigados no Rio Grande do Sul

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Com tecnologia para tirar o Excel da vida de CFOs, Accountfy capta US$ 6,5 mi com HDI e Red Ventures

Mais na Exame