Azul e American Airlines vão ajudar refugiados da Ucrânia

A Azul criou voos fictícios em que os valores serão direcionados para as vítimas do conflito. A americana United Airlines também anunciou doações para os refugiados ucranianos
Voos fictícios da Azul de Campinas (SP) para Kiev, capital ucraniana, terão o valor destinado à auxiliar os refugiados (Tony Winston/MS/Divulgação)
Voos fictícios da Azul de Campinas (SP) para Kiev, capital ucraniana, terão o valor destinado à auxiliar os refugiados (Tony Winston/MS/Divulgação)
Por Luciana LimaPublicado em 11/03/2022 12:43 | Última atualização em 11/03/2022 12:43Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Azul anunciou hoje, 10, que vai arrecadar doações para famílias afetadas pela guerra na Ucrânia. Os clientes que quiserem contribuir com a iniciativa poderão entrar no site da Azul e buscar por voos fictícios entre Campinas (SP) para Kiev, capital ucraniana, e seguir com o fluxo normal de compra. 

Garanta o seu lugar entre as melhores do Brasil, entre no ranking Negócios em Expansão 2022

Os "bilhetes" terão valores a partir de 10 reais e todo o montante arrecadado será repassado para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), instituição que tem oferecido suporte aos cidadãos ucranianos afetados pelo conflito.   

Assim como uma passagem normal, os clientes poderão escolher entre várias classes no voo fictício, como Economy, Economy Xtra e Business e até mesmo adquirir franquia de bagagem. Desse jeito, será possível realizar doações de até 250 reais. 

Ontem, quinta-feira, 9,  a americana American Airlines também anunciou que está arrecadando fundos com destino aos afetados pelo conflito na Ucrânia. As doações poderão ser feitas durante os voos da companhia diretamente com os comissários de bordo ou no site da UNICEF durante todo o mês de março. 

Além disso, os clientes que possuírem o programa de fidelidade da companhia, o AAdvantage também poderão doar milhas. A American Airlines irá repassar as milhas arrecadas para a Airlink, uma organização humanitária global que fornece ajuda por meio de transporte aéreo e soluções logísticas.

A americana United Airline também foi outra companhia a anunciar a doação de cerca de 100 mil dólares, além de mais de 5 milhões de milhas para a Airlink para auxiliar na assistência aos refugiados ucranianos. A companhia afirmou que irá conceder bônus em milhas para os clientes que fizerem doações de 50 dólares ou mais.