Acompanhe:
seloNegócios

Após IPO, Intelbras compra 75% da Khomp por R$ 89,1 milhões

A empresa catarinense comprou a concorrente para poder ampliar sua oferta de produtos e serviços nas áreas de telecomunicações, controle de acesso e IOT

Modo escuro

Continua após a publicidade
Intelbras: empresa captou captou 1,3 bilhão de reais com sua oferta pública inicial (IPO) (Intelbras/Divulgação)

Intelbras: empresa captou captou 1,3 bilhão de reais com sua oferta pública inicial (IPO) (Intelbras/Divulgação)

C
Carolina Ingizza

Publicado em 12 de abril de 2021 às, 10h39.

A indústria catarinense Intelbras, conhecida pelos produtos eletrônicos de segurança, anuncia nesta segunda-feira, 12, ter comprado 75% da concorrente Khomp por 89,9 milhões de reais. A aquisição, a maior já feita até então pela empresa de 45 anos, acontece dois meses depois de sua estreia na bolsa brasileira. A empresa captou 1,3 bilhão de reais com sua oferta pública inicial (IPO) em fevereiro.

“Um dos objetivos de nos tornarmos uma empresa de capital aberto foi incrementar o crescimento sustentável, ágil e a perenidade dos negócios, portanto realizar uma aquisição tão importante e estratégica apenas dois meses após a nossa estreia na B3 demonstra o comprometimento com nossos acionistas, parceiros, colaboradores e consumidores. A adição da Khomp ao Grupo Intelbras amplia nosso mercado de atuação e o nosso portfólio de produtos”, diz Altair Silvestri, presidente da Intelbras.

Segundo a companhia, a compra da Khomp tem como objetivo complementar a linha de produtos e soluções tecnológicas da Intelbras, mas as operações das empresas seguirão de forma independente. “Já demos início à utilização de parte dos recursos adquiridos na nossa oferta primária de ações com esta aquisição, pois a empresa tem total aderência com o desenvolvimento de produtos e tecnologias de comunicação, redes e controle de acesso, o que irá ampliar os negócios B2B da Intelbras”, diz Silvestri.

Fundada em 1996 em Florianópolis, a Khomp é conhecida pelos produtos e serviços nas áreas de telecomunicações, controle de acesso e internet das coisas (IoT). A empresa possui 231 colaboradores, sendo mais de 50% deles nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, e vende seus produtos para toda a América Latina. No ano passado, o negócio faturou 55,7 milhões de reais.

“O apoio da Intelbras, como sócia, ajudará a Khomp a fomentar as áreas de sistemas de comunicação, dispositivos de controle de acesso e Internet das coisas trazendo a força e experiência desta importante corporação e uma infinidade de aproveitamento das sinergias”, afirma Giancarlo Macedo, executivo da Khomp.

Além da Khomp, o Grupo Intelbras também é dono das empresas Maxcom, Automatiza, Engesul, Décio e Seventh. Segundo a companhia, nos próximos 18 meses mais de 460 milhões de reais serão investidos na expansão do negócio e na aquisição de novas empresas. Desse total, 170 milhões serão destinados para aumentar a capacidade produtiva das unidades da Intelbras nas cidades de São José (SC), Tubarão (SC), Santa Rita do Sapucaí (MG) e Manaus (AM).

“Somos uma empresa brasileira sempre próxima por essência, esse é o nosso lema e o princípio que rege as nossas relações com toda nossa cadeia de valor. Nossos produtos e soluções tecnológicas aproximam e conectam pessoas, empresas e comunidades e isso só é possível, entre outras ações, ao nosso investimento em crescimento sustentável e orgânico. Temos certeza de que a aquisição da Khomp incrementará ainda mais ampliação dos negócios corporativos da Intelbras”, afirma Silvestri.

Últimas Notícias

Ver mais
"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas
seloNegócios

"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas

Há 13 horas

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas
seloNegócios

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas

Há 15 horas

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA
seloNegócios

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA

Há 19 horas

Goldman Sachs lidera aporte de US$ 55 mi em Simetrik, startup que tem Brasil como pilar de expansão
seloNegócios

Lego do acerto de contas, Simetrik capta US$ 55 mi para avançar no Brasil

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais