Após invasão, Delta encerra parceria com companhia aérea russa

Em comunicado, companhia americana anunciou que encerrará a parceria imediatamente
Delta tinha parceria com a russa Aeroflot (Divulgação/Delta Air Lines)
Delta tinha parceria com a russa Aeroflot (Divulgação/Delta Air Lines)
Por Luciana LimaPublicado em 25/02/2022 14:28 | Última atualização em 25/02/2022 15:14Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Como resposta à invasão da Ucrânia, a Delta Air Lines encerrou sua parceria com a companhia aérea russa Aeroflot. 

Por meio de um acordo de codeshare (quando duas ou mais companhias aéreas compartilham do mesmo voo), passageiros da Delta poderiam voar a partir de Moscou, enquanto passageiros da Aeroflot podiam embarcar em aeronaves da Delta no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, e no Aeroporto Internacional de Los Angeles.  

Segundo um comunicado publicado no site da companhia, o fim da parceria acontecerá imediatamente. “Iremos providenciar acomodações para os clientes afetados por essas alterações”, diz o texto. 

A Delta também reforçou que não conta com voos para a Rússia ou a Ucrânia. 

Horas antes do início dos ataques, na madrugada de quinta-feira, 24, autoridades fecharam o espaço aéreo da Ucrânia para voos comerciais, citando um “alto risco para a segurança”, em meio à invasão russa ao país.

Dezenas de companhias áreas também anunciaram a interrupção de voos com destino aos aeroportos da Ucrânia.