American Airlines negocia empréstimo de bilhões de dólares

Rivais como Delta Air Lines e United Airlines Holdings reforçaram balanços ou pretendem fazê-lo para amenizar impacto do cancelamento de viagens
As ações da American acumulam queda de 44% neste ano devido às preocupações de investidores com as perdas causadas pela pandemia (Getty/Getty Images)
As ações da American acumulam queda de 44% neste ano devido às preocupações de investidores com as perdas causadas pela pandemia (Getty/Getty Images)
G
Gillian Tan e Mary Schlangenstein, Bloomberg

Publicado em 17/03/2020 às 09:53.

Última atualização em 17/03/2020 às 11:17.

A American Airlines está em negociações para obter um empréstimo de bilhões de dólares em meio à corrida por recursos de companhias aéreas, cassinos e outras empresas com receitas atingidas pela pandemia de coronavírus, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

A empresa, com sede em Fort Worth, no Texas, conversa com bancos para conseguir uma linha de crédito de 364 dias de bilhões de dólares, segundo pessoas que pediram para não ser identificadas.

Um porta-voz da American não quis comentar.

Rivais do setor aéreo, como Delta Air Lines, United Airlines Holdings e Southwest Airlines, reforçaram os balanços ou pretendem fazê-lo para amenizar o impacto do cancelamento de viagens por clientes e restrições impostas por governos para impedir que o vírus se espalhe.

As ações da American acumulam queda de 44% neste ano devido às preocupações de investidores com as perdas causadas pela pandemia. A empresa, como outras aéreas, reduziu drasticamente a capacidade durante a crise.