Negócios

América Móvil planeja reduzir investimentos em 10% em 2017

Executivos da empresa também afirmaram esperar que a autoridade reguladora do setor decida sobre as regras concorrenciais ainda no 1º trimestre

América Móvil: as ações da América Móvil caíam 3,1%, após a operadora reportar o maior prejuízo trimestral em 15 anos (Edgard Garrido/Reuters)

América Móvil: as ações da América Móvil caíam 3,1%, após a operadora reportar o maior prejuízo trimestral em 15 anos (Edgard Garrido/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 3 de fevereiro de 2017 às 15h50.

Última atualização em 3 de fevereiro de 2017 às 21h58.

Cidade do México - A gigante mexicana de telecomunicações América Móvil, controlada pelo magnata Carlos Slim, disse nesta sexta-feira que investirá neste ano de 7 bilhões a 7,5 bilhões de dólares,montante cerca de 10 por cento menor que o desembolsado em 2016.

Em teleconferência com analistas sobre os resultados do quarto trimestre, executivos da empresa também afirmaram esperar que a autoridade reguladora do setor no México, a IFT, decida sobre as regras concorrenciais ainda no primeiro trimestre.

As ações da América Móvil caíam 3,1 por cento, após a operadora reportar o maior prejuízo trimestral em 15 anos.

Acompanhe tudo sobre:América MóvilCarlos SlimMéxico

Mais de Negócios

AngloGold Ashanti, empresa de 190 anos, anuncia investimento de R$ 1,1 bilhão no Brasil

Alexandra Loras, Felipe Massa, Sig Bergamin e Álvaro Garnero são os embaixadores da Revo

Delivery e margens apertadas: franquias de alimentação faturam R$ 61,9 bi, mas custos preocupam

Após aporte de R$ 530 mi, Sólides cria superapp para se aproximar de funcionários dos clientes

Mais na Exame