Amazon completará aquisição do Whole Foods na segunda-feira

A Amazon disse que o Whole Foods Market funcionará como uma subsidiária e John Mackey permanecerá como presidente-executivo

A Amazon.com Inc disse nesta quinta-feira que pretende completar sua aquisição da Whole Foods Market por 13,7 bilhões de dólares na segunda-feira, depois de obter a aprovação antitruste dos reguladores dos EUA na quarta-feira.

As empresas disseram em uma declaração conjunta que a Whole Foods oferecerá preços mais baixos a partir de segunda-feira "em uma seleção dos produtos básicos mais vendidos em suas lojas". A Amazon também disse que começará a vender produtos da marca Whole Foods em seu site.

A Amazon disse que o Whole Foods Market funcionará como uma subsidiária e John Mackey permanecerá como presidente-executivo. A sede da empresa continuará em Austin, no Texas.

A Amazon disse que começará a reduzir os preços no Whole Trade de produtos orgânicos como abacates, ovos, salmões e tilápias, couves e baby alfaces, além de bananas, algumas maçãs, manteiga e outros.

A Amazon disse que os membros de seu serviço Prime acabarão fazendo parte do programa de recompensas para clientes do Whole Foods Market.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.