Negócios

Acordo com empresas gigantes fez uma startup de bebida crescer 300% e ser um negócio em expansão

Depois de participar do maior anuário de empreendedorismo do país, a startup Bebida na Porta sentiu ter mais poder de negociação com seus clientes, a maioria grandes companhias

Jessica Gordon: "Com o ranking, deixamos de ser uma startup e viramos gente grande" (Leandro Fonseca/Exame)

Jessica Gordon: "Com o ranking, deixamos de ser uma startup e viramos gente grande" (Leandro Fonseca/Exame)

Daniel Giussani
Daniel Giussani

Repórter de Negócios

Publicado em 6 de abril de 2024 às 11h12.

Se hoje pedir uma bebida num aplicativo de delivery parece algo corriqueiro, a realidade não era bem assim há cinco anos. Naquela época, aplicativos de entrega de comida começavam a ganhar força, mas poucos olhavam apenas para os produtos líquidos.

Foi essa dor que fez a empreendedora paulista Jessica Gordon criar o Bebida na Porta, uma startup que faz o que o nome já diz: entrega a bebida diretamente na porta da casa das pessoas.

Cinco anos depois, o negócio se consolidou.

"Hoje o Bebida na Porta está presente no Brasil inteiro, já atendemos as principais cidades do país", diz Jessica.

Uma das estratégias para crescer foi se aliar a gigantes, como iFood e Zé Delivery, e operar entregas dentro dessa plataforma. O resultado veio. Em 2022, a empresa teve uma receita operacional líquida de 38,5 milhões de reais, uma alta de 340% em 12 meses. No ano passado, planejou faturar 115 milhões de reais, outro grande crescimento.

"Empreender nunca é fácil. Tirar uma ideia do papel e bancar todos os desafios é uma coisa que tem que vir de você", ela diz. "O que eu brinco muito com minha equipe é que problemas sempre vão existir. É mais sobre estar sempre resolvendo e mudando os problemas para que o negócio seja dinâmico".

yt thumbnail

Como a Bebida na Porta virou um Negócio em Expansão

No último ano, a relação que a Bebida na Porta teve com seus clientes, principalmente com gigantes como Ambev (do Zé Delivery) e iFood foi outra. Na visão de Jessica, a sua empresa deixou de ser um pequeno negócio e virou "gente grande" para essas companhias. Como? Com a ajuda do ranking EXAME Negócios em Expansão, o maior anuário de empreendedorismo do país.

"A diferença do que eu senti depois da exposição no ranking da EXAME foi dentro das próprias parcerias que já existiam", diz. "Mesmo dentro da Ambev, do iFood, que já estavam lá dentro, meio que viramos gente grande. Sair de ser uma startup para ser um negócio grande, em expansão".

+ Inscreva já sua empresa no ranking Negócios em Expansão. É gratuito! 

"Furamos fila e tivemos um caminho mais fácil depois do ranking", afirma.

Jessica inscreveu sua empresa na segunda edição do ranking no ano passado. Como ela já fazia todos os balanços do negócio, a inscrição não durou mais do que poucos minutos.

"É tudo muito simples. Eu que preenchi todas as informações, com documentos que eu já tinha no computador", afirma. "E foi muito importante para nós participarmos do ranking, ajudou a recarregar as energias".

Como se inscrever para o Negócios em Expansão 2024

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do anuário.

Em parceria com o BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina (do mesmo grupo de controle da EXAME), e o suporte técnico da PwC Brasil, o ranking Negócios em Expansão 2024 vai mostrar as empresas brasileiras emergentes que mais conseguiram expandir vendas e conquistar mercados ao longo dos últimos meses.

Em 2024, o ranking listará os negócios de acordo com a evolução da receita operacional líquida em 2023. Quem cresceu mais ao longo do ano passado ficará mais bem colocado no ranking.

A inscrição é 100% gratuita.

Clique aqui para inscrever sua empresa no ranking EXAME Negócios em Expansão 2024

Quem pode participar?

Grupos econômicos ou empresas privadas sediados no Brasil, com receita operacional líquida anual entre R$ 2 milhões e R$ 600 milhões.

Grupos econômicos tais como empresas com múltiplas filiais, redes de franquias, cooperativas de crédito ou seguradoras de saúde estaduais e nacionais deverão apresentar o seu resultado de forma consolidada.

Empresas que integrarem o ranking com os dados das demonstrações contabéis consolidadas não poderão incluir como participantes no ranking as demonstrações contabéis de suas companhias controladas. Casos específicos serão avaliados por comissão especial formada por EXAME e BTG Pactual.

Como posso participar do ranking EXAME de Negócios em Expansão 2024?

As empresas deverão enviar, até o dia 6/5/2024, as suas demonstrações contábeis referentes aos anos de 2022 e 2023 e preencher um formulário com dados cadastrais do negócio.

Os demonstrativos contábeis e as informações cadastrais da empresa serão então validados e compilados pela PwC Brasil. Leia aqui o regulamento completo do ranking.

As agregações e o ranqueamento das empresas serão revisados por uma comissão especial formada por membros da EXAME e BTG Pactual, para garantir a verossimilhança do ranking com a realidade empresarial brasileira, dentro da amostra de participantes.

Negócios em Expansão 2024: veja os seis passos para colocar sua empresa no ranking — é grátis!

De que maneira posso usar a premiação?

A distinção no ranking é uma poderosa vantagem de marketing que cada vencedor pode e deve usar para se destacar. Algumas das maneiras pelas quais os vencedores e empresas melhor ranqueadas podem se destacar:

  • Assinaturas de e-mail
  • Imprensa e publicidade
  • Campanhas de marketing
  • Exposição em websites
  • Programas de incentivo interno
  • Recrutamento e retenção
  • Relações com investidores
  • Material promocional
  • Sinalização em conferências e eventos
  • Banners e sinalização ao ar livre
  • Vídeos promocionais
  • Relatórios anuais
  • Envio de informações relativas à participação e ao processo de premiação
  • Ganhar o destaque no ranking EXAME também permite se destacar dentro de sua própria organização, possibilitando maior visibilidade em toda a sua indústria e setor, bem como melhor retenção de pessoal e maior reconhecimento profissional e pessoal.
Acompanhe tudo sobre:Negócios em Expansão 2024

Mais de Negócios

A rota da KLM para transformar viagens em conexões inesquecíveis

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame