Negócios

Abertura da BR Distribuidora pode partir de 25%, diz Bendine

Segundo o presidente da Petrobras, a possível abertura de capital da BR Distribuidora pode variar entre 25% até um patamar mais "ousado"


	Presidente da Petrobras, Aldemir Bendine: "podemos trabalhar abertura em torno de 25% ou ser mais ousado em relação a isso"
 (Ricardo Moraes/Reuters)

Presidente da Petrobras, Aldemir Bendine: "podemos trabalhar abertura em torno de 25% ou ser mais ousado em relação a isso" (Ricardo Moraes/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de julho de 2015 às 22h16.

Rio - O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, afirmou nesta quinta-feira, 2, que a possível abertura de capital da Petrobras Distribuidora (BR), anunciada ontem como um caminho para a subsidiária, pode variar entre 25% até um patamar mais "ousado".

"Podemos trabalhar abertura em torno de 25% ou ser mais ousado em relação a isso", disse em entrevista concedida à jornalista Miriam Leitão, na Globo News.

De acordo com ele, a empresa está iniciando estudos com amplo debate, tendo o auxílio de alguns 'advisors'. "Podemos partir para o IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) regular ou outras alternativas".

Bendine não quis falar quanto pode ser levantado com a transação. "O mercado vai dizer qual é esse valor, mas a gente entende que é um valor expressivo". De acordo com o executivo, o mercado está carente de bons ativos neste momento.

Acompanhe tudo sobre:AtacadoCapitalização da PetrobrasComércioEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasGás e combustíveisIndústria do petróleoPetrobrasPetróleoVibra Energia

Mais de Negócios

Carrefour inaugura primeiro Atacadão na França

RS precisa de lei de incentivo à reconstrução similar à da cultura, diz empresário gaúcho

Com locação de equipamentos de TI, empresa tem crescimento orgânico de 54% em 2023

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

Mais na Exame