Negócios

Abercrombie vai oferecer mais estilos depois de prejuízo

Nesta quinta-feira, a empresa divulgou prejuízo no terceiro trimestre, com queda nas vendas comparáveis pelo sétimo trimestre consecutivo


	Loja da Abercrombie: vendas líquidas caíram 12%, para 1,03 bilhão de dólares, enquanto as vendas totais comparáveis, incluindo as vendas online, caíram 14%
 (Kimmasa Mayama/Getty Images)

Loja da Abercrombie: vendas líquidas caíram 12%, para 1,03 bilhão de dólares, enquanto as vendas totais comparáveis, incluindo as vendas online, caíram 14% (Kimmasa Mayama/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de novembro de 2013 às 15h23.

A varejista de roupas para adolescentes Abercrombie & Fitch disse que irá oferecer mais estilos de maneira mais rápida no próximo ano, lutando para manter a popularidade entre os jovens compradores, mas não irá se afastar totalmente da sua linha baseada no logo da empresa.

Nesta quinta-feira, a empresa divulgou prejuízo no terceiro trimestre, com queda nas vendas comparáveis pelo sétimo trimestre consecutivo.

Analistas disseram que o estilo de roupas com foco no logo da companhia estava caindo em desuso, com os adolescentes procurando alternativas mais baratas e fashion.

O presidente-executivo da empresa, Mike Jeffries, disse que a missão da companhia era tornar essa categoria, que utiliza o logo, mais "descolada".

Jeffries disse ainda que espera ver os benefícios do plano da empresa de oferecer uma ampla variedade de roupas e mudanças mais frequentes no estoque na volta às aulas do próximo ano.

A Abercrombie registrou um prejuízo líquido de 15,6 milhões de dólares, ou 0,20 dólar por ação, no terceiro trimestre encerrado em 2 de novembro, ante lucro líquido de 84 milhões de dólares um ano antes, ou 1,02 dólar por ação.

Excluindo itens, a empresa lucrou 0,52 dólar por ação, contando com um benefício fiscal de 0,06 dólar por ação.

As vendas líquidas caíram 12 por cento, para 1,03 bilhão de dólares, enquanto as vendas totais comparáveis, incluindo as vendas online, caíram 14 por cento.

Acompanhe tudo sobre:abercrombie-fitchEmpresasLucroMarcas

Mais de Negócios

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Polishop

Fernando Goldsztein: Toda a ajuda é pouca para os atingidos pelas enchentes do RS

Rodízio caro: rede de restaurantes Red Lobster pede recuperação judicial com dívida de US$ 1 bilhão

A startup que pretende usar um fundo de R$ 150 milhões para salvar negócios no Rio Grande do Sul

Mais na Exame