Mundo

Vazamento de petróleo em Singapura fecha praias de ilha turística

Um acidente no terminal Pasir Panjang entre uma draga de bandeira holandesa e um navio bunker estacionado de bandeira de Singapura foi responsável pelo vazamento

 (Suhaimi Abdullah/Bloomberg/Getty Images)

(Suhaimi Abdullah/Bloomberg/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 15 de junho de 2024 às 08h47.

A Autoridade Marítima e Portuária (MPA) de Singapura informou neste sábado, 15, que as praias da ilha de Sentosa foram fechadas após um derramamento de petróleo em um porto próximo se espalhar.

Um acidente no terminal Pasir Panjang entre uma draga de bandeira holandesa e um navio bunker estacionado de bandeira de Singapura foi responsável pelo vazamento. A MPA disse que parte do ólçoe do navio bunker foi derramado na água e que "o tanque de carga afetado foi isolado e o derramamento contido".

As três praias mais populares da ilha, Tanjong, Palawan e Siloso, “estão atualmente fechadas para obras de limpeza devido a casos de derramamento de óleo observados nas águas do mar”, informou a ilha num aviso no seu site. A ilha abriga luxosas casas à beira-mar.
Segundo a agência Reuters, uma fita de isolamento é utilizada pelas autoridades locais para evitar que os turisitas acessem o local. A MPA afirma que a operação de limpeza conta com 16 embarções e que até o momento não há impacto no tráfego de navegação, com o Porto funcionando normalmente.

Sentosa é um destino turístico popular que abriga um cassino, a única atração do Universal Studios no Sudeste Asiático e casas luxuosas à beira-mar para expatriados e ultra-ricos.

Acompanhe tudo sobre:SingapuraPetróleo

Mais de Mundo

Kamala Harris será candidata? Veja as 3 questões que vão definir isso

Eleições Venezuela: cinco pontos importantes para entender o contexto econômico e político do país

Eleições da Venezuela acontecem no domingo, em meio a ameaças e esperança de mudança

Eleições Venezuela: Quem é Edmundo González, principal candidato da oposição contra Nicolás Maduro

Mais na Exame