Reunião no Cairo tenta impulsionar solução política na Líbia

Grupo na sede da Liga Árabe tenta decidir o destino do país, que enfrenta uma crise no regime ditatorial de Muammar Kadafi

Cairo - Representantes da comunidade internacional, incluindo o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, se reúnem no Cairo nesta quinta-feira para analisar a crise líbia e impulsionar uma solução política.

Também participa desta reunião, já iniciada na sede da Liga Árabe sob a presidência do secretário-geral desta organização, Amre Moussa, a chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Catherine Ashton.

"Estamos aqui devido à nossa preocupação pela crise líbia. Trata-se de uma crise humanitária, que está ameaçando nosso futuro", avaliou Moussa em uma breve mensagem antes do início da reunião, realizada a portas fechadas.

Moussa disse acreditar que a conferência, que é a continuação da reunião que manteve na quarta-feira no Catar o Grupo de Contato sobre a Líbia, será "construtiva e efetiva" para obter uma solução política para a crise no país africano.

"Temos que trabalhar para conseguir um cessar-fogo", acrescentou o secretário-geral da Liga Árabe.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.