Mundo
Acompanhe:

Putin quer usar inverno como arma de guerra, diz secretário-geral da Otan

País iniciou campanha de ataques em larga escala com mísseis contra infraestruturas do setor de energia em toda Ucrânia

 (Olivier Douliery/Pool/Reuters)

(Olivier Douliery/Pool/Reuters)

A
AFP

Publicado em 29 de novembro de 2022, 09h39.

O presidente russo, Vladimir Putin, quer "usar o inverno como arma de guerra" em sua campanha na Ucrânia – afirmou o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, nesta terça-feira (29), em Bucareste, antes de um encontro de ministros das Relações Exteriores da Organização do Tratado do Atlântico Norte.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

"Temos que estar preparados para mais refugiados atravessando o resto da Europa, como resultado dos ataques deliberados da Rússia contra serviços críticos, calefação, luz, água e gás na Ucrânia", advertiu Stoltenberg.

O governo dos Estados Unidos deve anunciar nesta terça-feira uma assistência financeira "substancial" para ajudar a Ucrânia a enfrentar os danos provocados pela Rússia em sua infraestrutura energética, durante a reunião da Otan na Romênia, informaram fontes americanas na segunda-feira (28).

A Rússia iniciou em outubro uma campanha de ataques em larga escala com mísseis contra infraestruturas do setor de energia em toda Ucrânia. O governo de Kiev afirmou que entre 25% e 30% das infraestruturas foram danificadas.