Mundo

Primeiro-ministro eslovaco passa por nova cirurgia e segue em estado grave

Ataque aconteceu após reunião do governo na cidade de Handlová, distante 190 km da capital, Bratislava

Robert Fico, primeiro-ministro da Eslováquia (Balazs Mohai/Bloomberg)

Robert Fico, primeiro-ministro da Eslováquia (Balazs Mohai/Bloomberg)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 17 de maio de 2024 às 16h54.

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, atingido por um tiro na quarta-feira, foi submetido a outra operação e continua em estado grave, anunciou o ministro da Defesa, Robert Kalinak, nesta sexta-feira, 17.

"Ele passou por uma operação de quase duas horas", disse o ministro em declarações à imprensa no hospital de Banska Bystrica, cidade do centro do país onde o dirigente está internado.

"O estado dele continua muito grave. Talvez nós precisemos de alguns dias para saber como evolui", acrescentou.

Uma junta médica deve se reunir na próxima segunda-feira, 20, para avaliar o futuro tratamento e decidir se Fico pode ser transferido para "mais perto de sua residência" em Bratislava, indicou o presidente eleito Peter Pellegrini.

A imprensa local noticiou nesta sexta-feira que a polícia fez uma operação de busca na casa do homem acusado de atirar em Fico na quarta-feira.

Os policiais acompanharam o suposto atirador, vestido com colete à prova de balas e capacete, até o apartamento em que ele morava com a esposa na cidade de Levice, leste do país, segundo imagens exibidas pelo canal de televisão Markiza.

"A polícia permaneceu no apartamento durante várias horas (...) Levaram o computador e documentos do apartamento", reportou a emissora privada.

Embora a polícia não tenha identificado formalmente o suspeito, segundo a imprensa o nome dele é Juraj Cintula, um homem de 71 anos que foi acusado na quinta-feira de tentativa de homicídio premeditado e com motivação política.

O suspeito se apresentará no sábado, 18, à Justiça, anunciou uma porta-voz do tribunal de Pezinok (sudoeste).

O ataque aconteceu na quarta-feira, quando o político de 59 anos discursava após uma reunião na cidade de Handlova, centro do país.

Acompanhe tudo sobre:Eslováquia

Mais de Mundo

Rússia ameaça EUA com 'consequências' após ataque ucraniano na Crimeia

Ex-baixista do Nirvana anuncia candidatura à presidência dos Estados Unidos

Princesa Anne, irmã do rei Charles III, é internada após acidente com cavalo

Petro nega espionagem ilegal após denúncia de magistrados na Colômbia

Mais na Exame