Acompanhe:

Até o meio da tarde, 48% dos argentinos foram às urnas nas Primárias, Abertas, Simultâneas e Obrigatórias, as PASO. Considerada um termômetro para a disputa presidencial, a votação tem sido marcada por atrasos e problemas nas urnas em Buenos Aires, relata a imprensa da Argentina.

A cidade adotou um sistema híbrido com voto eletrônico em nível local. A juíza María Servini, responsável pelo controle das eleições, reportou mau funcionamento em 240 urnas e criticou o que chamou de "imperícia" inédita. Os problemas, no entanto, não interferem na votação para os presidenciáveis, que segue a tradição do voto de papel.

A administração de Buenos Aires minimizou o problema e disse o mau funcionamento atingiu menos de 1% das urnas. "Apenas 87 urnas habilitadas para votação (menos de 1% do total) registraram problemas no início do dia, que já foram corrigidos" afirma.

Problemas relatados por pré-candidatos

A pré-candidata Patricia Bullrich - um dos nomes mais fortes da coalizão de direita Juntos por el Cambio, discorda. "A votação na cidade de Buenos Aires foi um desastre", disse ela a repórteres ao relatar que precisou tentar sete vezes e levou 12 minutos para registrar o voto.

Bullrich enfrenta o prefeito de Buenos Aires Horacio Rodríguez Larreta dentro da coalizão que aparece nas pesquisas com vantagem sobre a esquerda peronista que governa o país. A coalizão Unión por la Pátria, está em segundo lugar enfraquecida pela crise econômica e pela inflação que chegou a 115%. Nesse campo, o grande favorito é o atual ministro da Economia, Sérgio Massa.

Pela extrema direita, o economista Javier Milei ganhou espaço em um cenário de inconformismo com o sistema político e agitou a campanha como uma terceira força na disputa. Mais recentemente, no entanto, as pesquisas mostram que Milei tem perdido força e aparece com cerca de 20% das intenções de voto.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Milei anuncia novo pacote de leis ‘anticasta’, fecha Telám e restringe voos de políticos
Mundo

Milei anuncia novo pacote de leis ‘anticasta’, fecha Telám e restringe voos de políticos

Há um dia

Milei alertou o Congresso argentino que governará 'com ou sem' apoio político
Mundo

Milei alertou o Congresso argentino que governará 'com ou sem' apoio político

Há um dia

Petróleo vira arma na guerra de Milei com governadores, expondo novas fissuras no governo
Mundo

Petróleo vira arma na guerra de Milei com governadores, expondo novas fissuras no governo

Há um dia

Iranianos votam em legislativas com os conservadores como favoritos
Mundo

Iranianos votam em legislativas com os conservadores como favoritos

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais