Acompanhe:

Os eleitores do Oregon, nos EUA, aprovaram em novembro de 2020 a lei sobre drogas mais liberal do país, descriminalizando o porte de pequenas quantidades de substâncias ilícitas mais pesadas.

Na Medida 110, em vez de prender os consumidores de drogas, a polícia aplica uma multa e encaminha-os para tratamento. A lei foi aprovada com 58% dos votos e também canalizou centenas de milhões de dólares em receitas fiscais sobre a cannabis para financiar novos programas de recuperação.

Segundo informações da NPR, mais de três anos depois, a crise das drogas no Oregon – como em muitos outros lugares que lutam contra a crise do fentanil – piorou. E isso provocou um debate político acirrado no Oregon sobre se a Medida 110 foi bem-sucedida ou fracassou.

Discutir a Medida 110 é uma das prioridades dos legisladores do Oregon, que iniciam sua nova sessão parlamentar nesta semana. Os democratas, que controlam o Legislativo local e são o partido do governador, indicaram que estão abertos à "recriminalização" das drogas, o que poderia pôr fim à parte mais controversa desta experiência.

Até agora, a polícia distribuiu mais de 7.000 multas mas, até dezembro, apenas algumas centenas de pessoas tinham telefonado para a linha direta oferecida para serem avaliadas a respeito da dependência química. E ainda menos pessoas realizaram o tratamento.

De acordo com a NPR, os defensores da medida argumentaram que o sistema de Justiça criminal não tratava de forma eficaz essa questão. Diziam também que prejudicava as pessoas negras. Antes de ser aprovada, o Estado estimava que a medida reduziria as disparidades raciais nas taxas de condenação.

Overdoses aumentaram

As overdoses de opióides aumentaram em todo o estado desde a aprovação da Medida 110. Em 2019, 280 pessoas morreram dessa causa no Oregon. Em 2022, esse número subiu para 956 mortes, de acordo com a autoridade sanitária estadual, um aumento de 241%. Vários pesquisadores disseram que não há evidências de que a Medida 110 seja a causa.

Um estudo publicado em setembro pelo Journal of the American Medical Association Psychiatry, citado pela NPR, analisou Oregon e Washington, onde a posse de drogas também foi descriminalizada por vários meses em 2021. Os pesquisadores dizem que não encontraram evidências entre "mudanças legais que reduziram substancialmente as penalidades criminais por posse de drogas em Oregon e Washington e as taxas de overdose fatal de drogas".

Pelo menos um estudo, no entanto, descobriu que a Medida 110 causou 182 mortes por overdose adicionais no Oregon em 2021. Esse estudo, publicado no Journal of Health Economics, disse que essas mortes adicionais representaram "um aumento de 23% em relação ao número de mortes não intencionais por overdose de drogas se o Oregon não tivesse descriminalizado as drogas".

A questão está sendo muito debatida. Nos últimos meses, especialistas em saúde, policiais e membros da sociedade civil deram testemunhos divididos aos legisladores do Oregon sobre o que deveria acontecer à Medida 110. Alguns argumentaram que a eliminação das penas criminais para o consumo de droga não tinha funcionado. Outros disseram estar preocupados com a segurança.

Médicos e peritos em Justiça penal do Oregon afirmaram que, além da Medida 110, muita coisa aconteceu entre 2020 e agora: não só a crise do fentanil, mas também a pandemia, que sobrecarregou o sistema de saúde, e uma crise crescente de pessoas sem-teto. O debate só está começando.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Receita Federal apreende 1,3 tonelada de cocaína no Rio
Brasil

Receita Federal apreende 1,3 tonelada de cocaína no Rio

Há 2 semanas

Pacheco diz que PEC das drogas será votada no senado após feriado da páscoa
Brasil

Pacheco diz que PEC das drogas será votada no senado após feriado da páscoa

Há 2 semanas

O que acontece se houver divergência entre o Congresso e o STF sobre porte de drogas?
Brasil

O que acontece se houver divergência entre o Congresso e o STF sobre porte de drogas?

Há 4 semanas

Líder do governo no Senado diz que PEC das drogas é 'enganação' e vai orientar base a votar contra
Brasil

Líder do governo no Senado diz que PEC das drogas é 'enganação' e vai orientar base a votar contra

Há 4 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais