Mundo

Para aumentar inovação, Xangai emite regulamento para gestão de projetos de tecnologias disruptivas

O objetivo é cultivar e reservar projetos com potencial de tecnologia disruptiva e promover a transformação e a implementação dos resultados do projeto

Xangai: O projeto especial visa servir à estratégia nacional (LEANDRO FONSECA/Exame)

Xangai: O projeto especial visa servir à estratégia nacional (LEANDRO FONSECA/Exame)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 13 de junho de 2024 às 17h57.

Última atualização em 13 de junho de 2024 às 18h28.

Para se adaptar à mudança de paradigma na pesquisa científica e acelerar o desenvolvimento da inovação em tecnologias disruptivas, a Comissão de Ciência e Tecnologia da cidade de Xangai estabeleceu o Projeto Especial de Inovação em Tecnologias Disruptivas da Cidade de Xangai e elaborou o “Regulamento Provisório de Gestão de Projetos de Inovação em Tecnologias Disruptivas da Cidade de Xangai” para fornecer garantias para a gestão e implementação do projeto especial.

O projeto especial visa servir à estratégia nacional e ao desenvolvimento de Xangai, descobrindo, selecionando e implementando projetos de inovação em tecnologias disruptivas em Xangai e na região do Delta do Rio Yangtze. O objetivo é cultivar e reservar projetos com potencial de tecnologia disruptiva e promover a transformação e implementação dos resultados do projeto.

O documento foi desenvolvido com base nas leis de gestão de projetos de pesquisa científica de Xangai, na gestão de fundos especiais para projetos e nas leis do desenvolvimento de tecnologias inovadoras. O regulamento foi aprimorado com base em experiências de gestão de projetos relevantes e opiniões de avaliação de terceiros, por meio de consultas por e-mail, publicação online, entre outros métodos.

A Comissão de Ciência e Tecnologia da cidade é o órgão responsável pelo projeto especial. O Centro de Inovação em Tecnologias Disruptivas de Xangai, como plataforma central de inovação em tecnologias disruptivas do país, é a entidade organizadora e de gestão do projeto especial, responsável pela gestão de todo o processo do projeto, entre outras questões.

O projeto especial está focado principalmente na quebra de tecnologias-chave, no cultivo de tecnologias de ponta e na exploração de tecnologias futuras.

O Centro de Inovação irá designar um responsável pelo projeto para acompanhar todo o processo, pela seleção e gestão completa do projeto. O responsável, chamado de comissário, realiza inspeções e avaliações por etapas de acordo com os marcos do projeto, faz o acompanhamento de ajustes, alterações e encerramentos de projetos, e toma medidas corretivas oportunas.

A Comissão de Ciência e Tecnologia da cidade supervisiona a implementação do projeto especial, enquanto o Centro supervisiona a organização e implementação dos projetos. São estabelecidos métodos de tratamento de violações e um mecanismo de isenção baseado na promoção da inovação, tolerância ao erro e máxima gestão de riscos. Além disso, é reforçada a gestão da confidencialidade.

Fonte: shanghai.gov.cn

Acompanhe tudo sobre:ChinaInovação

Mais de Mundo

Kamala Harris será candidata? Veja as 3 questões que vão definir isso

Eleições Venezuela: cinco pontos importantes para entender o contexto econômico e político do país

Eleições da Venezuela acontecem no domingo, em meio a ameaças e esperança de mudança

Eleições Venezuela: Quem é Edmundo González, principal candidato da oposição contra Nicolás Maduro

Mais na Exame