Mundo

País tomará medidas para reduzir em 80% desmatamento até 2020, diz Lula

"O país da destruição acabou, o país do desleixo acabou, da irresponsabilidade acabou", disse o presidente

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h42.

Brasília - O Brasil tomará medidas para tentar reduzir em 80% o desmatamento da Amazônia e em 39% a emissão de gases de efeito estufa até 2020, conforme compromisso assumido na última Conferência Mundial do Clima (COP15), na Dinamarca, em dezembro do ano passado, reafirmou hoje (10), em Salvador, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"O Brasil se comprometeu na Dinamarca. Quando a gente vem aqui e demarca mais uma área de preservação é porque vamos cumprir aquilo que assinamos custe o que custar. Vamos controlar o desmatamento", disse Lula, ao assinar um decreto de criação de unidades de conservação e parques nacionais.

Na capital baiana, o presidente também participou das cerimônias de entrega de diplomas do Programa Próximo Passo, de formação de profissional de trabalhadores, de entrega da restauração do Palácio Rio Branco e do lançamento do plano de reabilitação do centro antigo de Salvador.

"O país da destruição acabou, o país do desleixo acabou, da irresponsabilidade acabou. Queremos recuperar o centro histórico de Salvador, mas vamos recuperar sem tirar os pobre de lá. Faremos isso trabalhando junto com eles, oferecendo oportunidades", discursou Lula.

Acompanhe tudo sobre:AmazôniaDesmatamentoLuiz Inácio Lula da SilvaPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos Trabalhadores

Mais de Mundo

Qual o plano deste estado dos EUA para criar uma renda básica universal?

Milei diz que está reescrevendo parte da teoria econômica e mereceria um Nobel de Economia

Em crise na aviação civil, Boeing manda astronautas ao espaço, que ficam presos em estação espacial

Fundador do Wikileaks: relembre oito fatos sobre o processo de Assange

Mais na Exame