Mundo

Nova Ferrari híbrida será a mais cara da história

Bólido promete aliar potência com economia de combustível

Nova Ferrari usará a tecnologia Hy-Kers derivada das pistas de Fórmula 1 (Getty Images)

Nova Ferrari usará a tecnologia Hy-Kers derivada das pistas de Fórmula 1 (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de maio de 2012 às 16h06.

São Paulo - A Ferrari já confirmou o lançamento de seu primeiro superesportivo híbrido, classificado como sucessor da clássica Enzo.

Para manter o caráter de exclusividade, a marca pretende fabricar apenas algumas unidades a partir de 2013, segundo uma fonte ligada à empresa de Maranello. E o carro não será nada barato: embora a Ferrari ainda não tenha se pronunciado sobre valores, a tendência é que o preço seja maior que os 660 mil euros pedidos pela Enzo na época em que o superesportivo foi vendido.

Provisoriamente chamada de F70 pela imprensa especializada, a nova Ferrari usará a tecnologia Hy-Kers derivada das pistas de Fórmula 1, combinando dois motores elétricos com um motor de 12 cilindros em “V” movido a gasolina. O “casamento” deve resultar na Ferrari mais potente e veloz da história, ao mesmo tempo em que terá um consumo de combustível até 40% menor que os outros esportivos de Maranello.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCarros elétricosCarros híbridoscarros-esportivosEmpresasEmpresas italianasFerrari

Mais de Mundo

Bandeira invertida coloca Suprema Corte dos EUA em apuros

Primeiro-ministro eslovaco passa por nova cirurgia e segue em estado grave

Vaticano alerta contra episódios imaginários relacionados a milagres e aparições

Governo Biden quer reclassificar maconha como droga de menor risco

Mais na Exame