Moais são atingidos por incêndio na Ilha de Páscoa

“Cerca de 60 hectares foram afetados, incluindo alguns moais”, informou no Twitter Carolina Pérez, subsecretária de Patrimônio Cultural do Ministério de Cultura, Artes e Patrimônio
O dano causado pelo fogo é irrecuperável (AFP/AFP Photo)
O dano causado pelo fogo é irrecuperável (AFP/AFP Photo)
A
AFPPublicado em 06/10/2022 às 20:03.

Vários moais, estátuas icônicas da Ilha de Páscoa, foram atingidos pelas chamas de um incêndio florestal declarado naquele território polinésio do Chile, confirmaram autoridades.

“Cerca de 60 hectares foram afetados, incluindo alguns moais”, informou no Twitter Carolina Pérez, subsecretária de Patrimônio Cultural do Ministério de Cultura, Artes e Patrimônio.

Cem hectares foram devastados pelas chamas na Ilha de Páscoa desde segunda-feira. A área do vulcão Ranu Raraku foi a mais afetada, segundo Carolina.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Calcula-se que existam centenas de moais dentro do Sítio de Patrimônio Mundial e na pedreira de onde são extraídos os minerais com os quais eles são esculpidos.

O dano causado pelo fogo é irrecuperável, afirmou o prefeito da Ilha de Páscoa, Pedro Edmunds, a um veículo local. Ainda não há informações sobre a totalidade do sinistro.

LEIA TAMBÉM:

França lança plano de economia de energia neste inverno com foco em 2050

Ucrânia recupera territórios em Kherson, região-chave no sul