Acompanhe:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontrará com o presidente russo, Vladimir Putin, em outubro, quando os dois líderes participarão da cúpula do BRICS programada para ser realizada na Rússia. A informação é do governo brasileiro em comunicado na última quinta-feira, 22, à noite.

Será o primeiro encontro do bloco com a participação de Putin desde o início da guerra da Rússia contra a Ucrânia em 2022. O presidente russo não viajou para a cúpula do grupo no ano passado na África do Sul, dado o risco de ser preso pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra.

Na quinta-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se encontrou com Lula no Palácio do Planalto.

Segundo o comunicado do governo brasileiro, "Lavrov expôs as posições da Rússia em relação ao conflito na Ucrânia" e Lula reiterou que o Brasil "permanece disposto a cooperar com esforços em prol da paz".

Um dia antes, na quinta-feira, Lula havia recebido o Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, no palácio presidencial.

Em setembro, Lula chegou a convidar o presidente russo para a cúpula do do G20, o grupo das maiores 20 economias do mundo cuja presidência o Brasil ocupa esse ano. À época, disse que achava que "o Putin pode ir tranquilamente para o Brasil. Eu posso lhe dizer, se eu for o presidente do Brasil e ele for ao Brasil, não há por que ele ser preso", afirmou.

No entanto, o Brasil é signatário do Tribunal Penal Internacional que emitiu mandatos de prisão contra o russo por crimes de guerra. Assim, Putin teria de ser preso se viesse ao país. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Após nova ofensiva do MST, Lula lança programa para a reforma agrária
Brasil

Após nova ofensiva do MST, Lula lança programa para a reforma agrária

Há 6 horas

Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026
Brasil

Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026

Há um dia

Brasil vê com 'grave preocupação' ataque do Irã a Israel e pede que países evitem escalada
Brasil

Brasil vê com 'grave preocupação' ataque do Irã a Israel e pede que países evitem escalada

Há um dia

Nem 13 nem 50: na campanha de Boulos, o número mágico agora é o 12
Brasil

Nem 13 nem 50: na campanha de Boulos, o número mágico agora é o 12

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais