Mundo

Kim Jong-Un 'chora' em discurso no qual pede para norte-coreanas terem mais bebês; veja vídeo

ONU estima que taxa de natalidade da Coreia do Norte é de 1,8 nascimentos por mulher em 2023

Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte (Twitter/Reprodução)

Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte (Twitter/Reprodução)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 6 de dezembro de 2023 às 14h27.

Última atualização em 6 de dezembro de 2023 às 14h29.

O temido líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, surpreendeu o mundo ao derramar lágrimas durante um discurso no qual pede que as mulheres do país tenham mais filhos.

O momento foi capturado em vídeo durante a 5ª Conferência Nacional de Mães em Pyongyang.

— Impedir o declínio das taxas de natalidade e proporcionar bons cuidados infantis e educação são questões que devemos resolver juntamente com as nossas mães. Quando todas as mães compreenderem claramente que é patriotismo dar à luz muitos filhos e fazê-lo de forma positiva, a nossa causa de construção de um país socialista poderoso poderá ser acelerada — diz o líder enquanto seca o rosto com um pano.

A Coreia do Norte não costuma divulgar detalhes sobre seus assuntos internos, mas a ONU estima que a taxa de natalidade do país caiu de 1,88 nascimentos por mulher em 2014 para 1,8 em 2023. Isso é tímido comparado ao seu vizinho do sul, que viu sua taxa de natalidade despencar para 0,78 no ano passado.

Acompanhe tudo sobre:Kim Jong-unCoreia do Norte

Mais de Mundo

Por que as turbulências tem sido mais frequentes? Resposta pode estar nas mudanças climáticas

EUA rejeitam anúncio de europeus: Estado Palestino deve ocorrer por 'negociações diretas'

Milei fará show de rock e lançará livro contra o socialismo em evento em Buenos Aires

Mais na Exame