Mundo

Justiça investiga campanha de Sarkozy

Presidente da França é acusado de financiamento ilegal em campanha eleitoral de 2007

Presidente da França Nicolas Sarkozy: financiamento da campanha eleitoral de 2007 está sob investigação (.)

Presidente da França Nicolas Sarkozy: financiamento da campanha eleitoral de 2007 está sob investigação (.)

DR

Da Redação

Publicado em 7 de julho de 2010 às 09h04.

Paris - A Justiça francesa abriu hoje uma investigação preliminar sobre o suposto financiamento ilegal da campanha às eleições que, em 2007, levou Nicolas Sarkozy à chefia de Governo, disseram fontes judiciais.

A abertura da investigação coincide com novas revelações no suposto caso de contribuições ilegais ao partido União por um Movimento Popular (a governamental UMP) feitas pelo jornal "Le Monde".

O jornal assegura em sua edição de hoje que a Polícia encontrou provas da retirada de 50 mil euros de um caixa automático e cujos dados correspondem com a quantia supostamente fornecida ao tesoureiro da UMP e atual ministro do Trabalho, Eric Woerth.

Ontem, a antiga contadora da multimilionária Liliane Bettencourt, Claire Thiboult, assegurou que Woerth tinha recebido um total de 150 mil de euros da herdeira de L'Oréal com destino à campanha das eleições presidenciais que levaram Sarkozy ao poder.

Acompanhe tudo sobre:EscândalosEuropaFrançaFraudesJustiçaPaíses ricos

Mais de Mundo

Esquerda francesa enfrenta impasse para nomear primeiro-ministro; entenda

Brasil observa eleição na Venezuela com ‘preocupação e confiança’, diz Amorim

Eleições EUA: Doadores democratas reterão US$ 90 milhões enquanto Biden permanecer na disputa

Com ocupação de 99%, Reino Unido liberará milhares de detidos para abrir espaço nas prisões

Mais na Exame