Mundo
Acompanhe:

Grécia planeja expandir muro na fronteira com a Turquia e solicitar fundos à UE

Ministro de Assuntos de Migração, Notis Mitarachi afirmou que o muro de aço seria estendido de 40 para 120 quilômetros

Acrópole de Atenas, na Grécia: país está planejando uma grande extensão de um muro ao longo da fronteira com a Turquia (Milos Bicanski / Colaborador/Getty Images)

Acrópole de Atenas, na Grécia: país está planejando uma grande extensão de um muro ao longo da fronteira com a Turquia (Milos Bicanski / Colaborador/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

30 de maio de 2022, 17h07

Autoridades da Grécia disseram estar planejando uma grande extensão de um muro ao longo da fronteira do país com a Turquia e buscam apoio financeiro da União Europeia (UE) para a construção adicional.

Ministro de Assuntos de Migração, Notis Mitarachi afirmou que o muro de aço seria estendido de 40 para 120 quilômetros, com obras de construção previstas para começar ainda este ano.

"É uma decisão do governo estender ainda mais o muro da fronteira e solicitamos financiamento europeu", disse Mitarachi, falando em entrevista no domingo a uma estação de rádio perto de Atenas. O ministro postou o áudio da entrevista nas redes sociais nesta segunda-feira. Ele não deu detalhes sobre o custo previsto para o projeto.

A Grécia acusou a vizinha Turquia, aliada da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), de "instrumentalizar" a migração como meio de exercer pressão sobre os países da UE. A afirmação foi rejeitada por Ancara, que diz ter suportado um fardo desproporcionalmente pesado, abrigando cerca de 4 milhões de refugiados cuja maioria fugiu da guerra civil na vizinha Síria.

No ano passado, doze países, incluindo a Grécia, solicitaram financiamento do bloco europeu para muros fronteiriços que, atualmente, financiados pelos orçamentos nacionais.

A Comissão Europeia não paga pela construção de muros em suas fronteiras externas, argumentando que isso drenaria fundos de outras atividades relacionadas à migração, incluindo o financiamento da agência de proteção de fronteiras da UE, a Frontex.

(Estadão Conteúdo)

LEIA TAMBÉM:

Bolívia busca renegociar preço do gás que vende ao Brasil

Russia suspende fornecimento de gás para empresa holandesa GasTerra